Filho de bicheiro e mulher são achados mortos em quarto de hotel

A perícia da Divisão de Homicídios (DH) foi acionada

O contraventor Haylton Carlos Gomes Escafura, de 37 anos, filho do bicheiro José Caruzzo Escafura, o Piruinha, foi morto a tiros, na madrugada desta quarta-feira, no Hotel Transamérica, na Avenida Gastão Senges, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Uma mulher que o acompanhava também foi assassinada. Ela ainda não foi identificada.

Policiais militares do 31º BPM (Recreio dos Bandeirantes) estão no local. A perícia da Divisão de Homicídios (DH) foi acionada.

Segundo informações da polícia, o casal estava num quarto no 8º andar. Os corpos foram encontrados no banheiro. No local havia cápsulas de balas de diversos calibres. O Batalhão de Operações Especiais (Bope) foi acionado para fazer uma busca no local. Não foram localizados suspeitos.

Haylton havia sido preso em junho de 2012, durante a operação "Black Ops", da Polícia Federal, acusado de envolvimento com a máfia dos caça-níqueis do Rio. Condenado a 15 anos e quatro meses de prisão, ele havia ficado oito meses foragido da Justiça.

Segundo investigações, Haylton e sua quadrilha usavam a venda de carros de luxo para lavar o dinheiro da contravenção. Na época, músicos e jogadores de futebol ficaram na mira da polícia. O bando foi acusado de contrabando, comércio ilegal de pedras preciosas, formação de quadrilha e evasão de divisas.

Image title

Image title

Fonte: Com informações do Jornal Extra
logomarca do portal meionorte..com