Filho de fundador do Cirque du Soleil morre durante ensaio

Ela morreu durante o ensaio de um espetáculo.

Olivier Rochette, filho de um dos fundadores do Cirque du Soleil, morreu durante um acidente no palco durante um ensaio do espetáculo “Luzia”, na última terça-feira, em São Francisco. Ele foi atingido na cabeça por um guindaste preso à tenda que caiu. Rochette, de 43 anos, era filho de Gilles Ste-Croix, um dos fundadores do famoso circo canadense.

Rochette trabalhava há cerca de 20 anos como técnico na empresa. Ele deixa quatro filhos. Todas as apresentações foram canceladas e psicólogos foram chamados para ajudar os colegas da vítima. Em nota oficial, a empresa disse que está auxiliando a polícia a investigar o caso, por enquanto considerado um "acidente de trabalho".

"Toda a família do Cirque du Soleil está profundamente entristecida pela morte acidental do técnico de 'Luzia' vindo de Quebec Olivier Rochette, que aconteceu no dia 29 de novembro, em São Francisco. Sua família mais próxima, incluindo seu pai, Gilles Ste-Croix, um dos fundadores do Cirque du Soleil, foi informada do acidente. Nossos pensamentos ficam com Gilles, sua família e todos os funcionários do Cirque du Soleil. Pedimos que imprensa respeite o desejo da família por privacidade.", diz a nota, publicada nas redes sociais.


“Estou com o coração partido”, disse o presidente do Cirque du Soleil, Daniel Lamarre, em nota oficial. “Olivier sempre parte de uma família próxima e um colega muito querido.”

O Cirque du Soleil foi fundado em 1984 por Ste-Croix e Guy Laliberté na pequena cidade de Baie-Saint-Paul, em Quebec, no Canadá. Foi uma empresa canadense até 2015, quando foi comprada pelos grupos de investidores TPG (americana) e Fosun Capital Group (chineses).

"Luzia" é um espetáculo inspirado na cultura mexicana, misturando elementos de luz e chuva. O elenco reúne 44 artistas de 15 países.

Fonte: Com informações do O Globo