SEÇÕES

Forte terremoto atinge o Chile e deixa mortos

Tremor de magnitude 6,7 foi registrado na noite deste sábado (19) em região litorânea. Alerta de tsunami chegou a ser declarado pelo governo, mas depois foi retirado.

|
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

Um terremoto de magnitude 6,7 atingiu o litoral do Chile e deixou dois mortos na noite deste sábado (19). O governo chileno chegou a emitir um alerta de tsunami e iniciou a retirada da população na área afetada, mas depois o suspendeu. O abalo foi sentido na capital, Santiago, e em outras quatro regiões.

Segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, da sigla em inglês), o tremor ocorreu por volta das 22h30 (no horário local, 23h30 em Brasília) e teve epicentro a 13 quilômetros ao leste da cidade de Tongoy, na região central de Coquimbo, que fica a 400 quilômetros ao norte de Santiago. O tremor teve profundidade de 53 quilômetros e gerou réplicas.

Foto: Alejandro Pizarro/Reuters


O Escritório Nacional de Emergência do Chile (Onemi) determinou a saída preventiva da população nas regiões litorâneas de Coquimbo minutos depois do terremoto diante do risco de tsunami, mas pouco depois o Serviço Hidrográfico e Oceanográfico do Chile (Shoa) determinou que o terremoto não reunia as condições necessárias para gerar um tsunami, cancelando a ordem de esvaziar as áreas atingidas.

Foto: Alejandro Pizarro/Reuters

Foi durante esse processo de retirada dos moradores que as mortes foram registradas segundo o Onemi. Uma das vítimas jantava em um restaurante da cidade de Peñuelas, em Coquimbo, e sofreu um ataque cardíaco quando a saída do local começou.

A segunda pessoa, que estava na região de Serena, também foi vítima de um infarto, mas as autoridades não deram detalhes do caso. O jornal 'La Tercera' cita que os dois mortos eram idosos.

 Foto: Patricio Ignacio Silva Caceres/Corpo de Bombeiros de Coquimbo/Reuters

Ainda segundo o Onemi, o terremoto não provocou grandes danos no país. O órgão registrou apenas a queda de pedras sobre algumas estradas e interrupções pontuais no fornecimento de energia. Relatos no Twitter mostram algumas casas que desabaram, inclusive danos na sede do Corpo de Bombeiros de Coquimbo.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos