Garconete é assediada por chefe e funcionários a humilham em festa

Os funcionários apoiaram o chefe e resolveram humilhar a garconete

A garconete Emily Houser, 18 anos, denunciou que o seu chef no restaurante onde trabalhava a assediava insistentemente desde que ela assumiu a vaga há dois anos.  A jovem disse que o seu chef, o então Josh Davidson, 26 anos, lhe ofereceu até dinheiro para que saísse com ele.

Davidson foi denunciado junto a direção que o transferiu para outra unidade do restaurante. Funcionários fizeram um festa de despedida para ele somente para humilhá-la e colocaram no bolo um palavrão grifado ao lado do nome dela no doce.

Emily conta que tinha 16 anos quando começou a trabalhar no restaurante e de imediato o gerente começou a assediá-la. "Demonstrava que queria sair comigo desde os primeiros dias", conta ela. "Não fazia diferença para ele se eu era menor de idade. Vivia me chamando pára sair".


Diante da recusa da garota, o chefe dele resolveu ir além: passou a aparecer na casa dela, para chamá-la para um encontro a sós. "Ele me obrigava a ir até a porta de casa e dizia que eu tinha de sair porque era meu chefe", lembra.

Emily disse ainda que o chefe chegou a ir até a sua escola chamando-a para conversar com ele no estacionamento. Ela conta que sempre recusava os convite e ele fica irritadao ameaçando-a de demití-la. Em outro momento, segundo a jovem, ela chegou a oferecer dinheiro para que ela fosse para cama com ele. "Ele foi até a minha casa, por volta das 2h30 da madrugada levando um pacote de dinheiro", conta.

A jovem revela que fez uma denúncia a direção da empresa, mas diz que nada foi feito e, então, o chefe continuou ameaçando-a de demissão. 

Emily disse que então resolveu denunciá-lo novamente junto à direção da empresa.  "Ele já estava assediando outra menina menor de idade na empresa, e ela também o denunciou", recorda-se. "Demorei demais para fazer a denúncia", admite. "Tinha medo de represálias".

O gerente acabou transferido para Montgomery, cidade a uma hora de distância de carro de Whitehall. No último dia de trabalho de Davidson no restaurante em Whitehall, Emily foi surpreendida por uma festa organizada pelos funcionários, seus colegas de trabalho. Ela não estava lá, mas as fotos do evento foram postadas em várias contas de redes sociais.

O evento tinha como objetivo humilhar a adolescente. Um bolo foi servido com um palavrão grifado ao lado do nome dela: "[email protected]#$%#[email protected] Emily Houser".


Um sujeito que trabalha no restaurante escreveu no Twitter: "Bem feito, sua vadia".

"As pessoas riam de mim na festa, como mostram as imagens que publicaram. Homens e mulheres apoiaram o chefe e decidiram me humilhar", relembra.

Vários funcionários postaram fotos da festa xingando Emily ou fazendo piadinhas com ela.

Emiliy postou no Facebook o que ocorreu com ela no restaurante e escreveu: "Isso é o que acontece quando você é assediada por seu chefe e se recusa sair com ele, mesmo sendo menor de idade". 

"Ele era muito popular na empresa, sobretudo entre os homens do restaurante", avisa." Acho que ficaram com raiva de mim por tê-lo denunciado".

Davidson acabou demitido da empresa e os funcionários receberam advertências. Alguns deles, informa o jornal Daily Mail, também foram dispensados.

Com a repercussão do post de Emily, que recebeu apoio de centenas de internautas, a empresa decidiu emitir um comunicado pelas redes sociais, condenando com veemência o comportamento do ex-gerente e dos funcionários que fizeram a festa e ofenderam Emily pela internet.

O Instagram deletou os posts da tal festa e as contas desses funcionários saíram do ar — não se sabe foram banidos ou se saíram da redes social por iniciativa própria.

"Fiquei devastada com esse episódio", diz Emily, que deixou o emprego no restaurante. "Nunca me senti tão ofendida e humilhada. Chorei muito".

— Contei tudo nas redes sociais para mostrar a que ponto podem chegar o machismo, abuso e assédio dentro de uma empresa. Muita gente deve passar por isso.

A empresa prometeu ainda investigar o caso, e pode demitir mais funcionários envolvidos no episódio. Emily está namorando e espera esquecer e superar esse episódio.

Fonte: r7
logomarca do portal meionorte..com