O Ministério de Minas e Energia estabeleceu  regras para aumentar a eficiência de aparelhos de ar-condicionado split e de janela. Elas passam a vigorar em breve. O objetivo é reduzir o consumo de energia. Segundo o órgão, 17% das residências brasileiras usam o aparelho.

As mudanças vão ser implantadas para fabricação, importação e comercialização. E devem variar de acordo com a potência do equipamento. Os novos índices passam a ser exigidos a partir de dezembro deste ano e irão avançar gradualmente até 2027. 

Desempenho de ar condicionado deve melhorar com novas regras - reproduçãoDesempenho de ar condicionado deve melhorar com novas regras - reprodução

Período de adaptação

Segundo a expectativa do Ministério de Minas e Energia até o fim do período de adaptação, em 2028, a eficiência dos ar-condicionados disponíveis no mercado devem aumentar cerca de 40%.

Um estudo da Universidade Federal do ABC aponta que os novos parâmetros vão representar uma economia nas contas de luz de R$ 12 bilhões até 2040. A quantidade, ainda segundo a pesquisa, é o suficiente para abastecer quase dois milhões de residências por ano.