Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Acesse a versão para celular

Governo do Estado prepara dois concursos ainda para este ano

Projeto foi enviado Assembleia Legislativa.

Compartilhe
Google Whatsapp

O Governo do Estado enviou para a Assembleia Legislativa o Projeto de Lei nº 32, que cria 24 cargos de auditor fiscal ambiental, da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, e transforma cargos de analista pesquisador nível III em analista pesquisador nível I do quadro efetivo da Fundação Centro de Pesquisas Econômicas e Sociais (Cepro), abrindo mais 10 vagas.

O secretário de Governo, Merlong Solano, explica que a medida é necessária para a realização de concurso para a Semar e para a Fundação Cepro, pois as vagas a serem disponibilizadas no certame não tinham previsão legal. “Criados os cargos, o próximo passo será o lançamento dos editais de seleção ainda neste semestre, para que possamos nomear os primeiros colocados no início de 2018”, destaca Merlong.

Merlong Solano
Merlong Solano

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Ziza Carvalho, o último concurso para auditores fiscais ambientais foi no ano de 2009. “Há muito tempo o quadro se encontra defasado. Nós temos hoje apenas 19 auditores ambientais na ativa para uma demanda de 224 municípios, sufocando um volume imenso de processos tramitando na Semar”, frisa o gestor.

Vagas

As 24 vagas da Semar deverão ser preenchidas por profissionais com formação superior em: Agronomia, Arqueologia, Arquitetura e Urbanismo, Administração, Biologia, Ciências Ambientais, Direito, Engenharia Ambiental, Engenharia Agronômica, Engenharia Civil, Engenharia de Minas, Engenharia Florestal, Geofísica, Geografia, Geologia, Geoprocessamento, Gestão Ambiental, Medicina Veterinária, Oceanografia, Química, Saneamento Ambiental, Saneamento Remoto, Meio Ambiente ou Zootecnica. O edital do concurso poderá especificar a quantidade de vagas por formação específica.

O concurso da Cepro prevê duas vagas para Estatístico, duas para Analista de Sistema, duas para Economista, uma para Geógrafo, uma para Agrônomo, uma para Comunicador Social e uma para Cientista Social.

De acordo com o Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos dos servidores da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos, aprovado em julho de 2014, a remuneração inicial para o exercício da atividade é de R$ 3.200,00.  A remuneração inicial para analistas pesquisadores é de R$ 2.205,00, conforme Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos dos Servidores Efetivos da Fundação Cepro, referente à Lei nº 6.471/13. 


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp
Carregar os comentários (0)

comentários

fechar comentários
Nenhum comentário feito até o momento

veja também

Recomendamos

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto