Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Governo Federal organiza expansão do turismo de trilhas no Brasil

Novos trajetos poderão ser incluídos na Rede Nacional de Trilhas de Longo Curso e Conectividade, ampliando a oferta de ecoturismo no país

Governo Federal organiza expansão do turismo de trilhas no Brasil
A RedeTrilhas interliga biomas de Norte a Sul do país | Rede Trilhas
Compartilhe

A RedeTrilhas interliga biomas de Norte a Sul do país. Crédito: RedeTrilhas


O Diário Oficial da União desta quinta-feira (17.09) publica portaria conjunta dos ministérios do Turismo, do Meio Ambiente (MMA) e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) que define critérios para a adesão de novos trajetos à Rede Nacional de Trilhas de Longo Curso e Conectividade (Acesse aqui a portaria). A RedeTrilhas interliga biomas de Norte a Sul do país, conectando diferentes paisagens e ecossistemas, de forma a estruturar, promover e dar visibilidade à oferta do turismo de natureza no país.

As propostas de adesão vão poder ser apresentadas à Secretaria de Ecoturismo do MMA por entidades e órgãos públicos, organizações da sociedade civil ou entes privados, cabendo à análise às Pastas signatárias da portaria. Os trechos adicionais deverão seguir padrões da RedeTrilhas de mapeamento, identificação (símbolos de pegadas amarelas e pretas), acesso a serviços, indicação de pontos de apoio, pernoite e de interesse turístico, a fim de proporcionar mais segurança aos visitantes.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, ressalta que a medida fortalece o potencial do ecoturismo no país. “Um dos nossos diferenciais está exatamente nos parques nacionais e a sua natureza deslumbrante. Com essa iniciativa, o Brasil reforça o alinhamento às melhores práticas internacionais de estruturação de trilhas e aprimora um segmento que tende a despontar no pós-pandemia, que é a busca por natureza, fortalecendo ainda as economias locais e a criação de postos de trabalho”, aponta.

Além da ampliação das trilhas de longo curso nacionais e regionais, os resultados previstos com a portaria incluem a informatização do processo de inclusão de trechos e a manutenção de um banco de dados pelo MMA, por meio de um portal oficial em desenvolvimento. O texto também prevê parcerias para iniciativas como a instalação de sinalização (conforme manual do ICMBio), o fornecimento de equipamentos destinados à conservação de trilhas e a construção de mirantes e outras estruturas.

Atualmente, 74 trilhas fazem parte do projeto, com 3.500 quilômetros sinalizados. Entre elas, o Caminhos da Serra do Mar (RJ), a Transcarioca (RJ), a Transmantiqueira (RJ/MG/SP), a Rota Guarumã (PA) e o Caminho das Araucárias (RS/SC), que integram o Corredor Litorâneo; o Caminho de Cora Coralina (GO), o Caminhos do Planalto Central, o Caminho dos Veadeiros e o Caminho da Floresta Nacional de Brasília, que fazem parte do Caminhos dos Goyases; a Trilha Chico Mendes (AC), a Rota dos Pioneiros (PR) e a Transespinhaço (MG).

INFORMAÇÕES - A RedeTrilhas lançou recentemente um site oficial, que reúne informações detalhadas de cada percurso e serve de guia aos usuários. (Acesse aqui). O projeto de estruturação da Rede, que se baseia em experiências internacionais, reúne grandes trilhas nacionais e regionais, uma acabando onde começa a outra. Assim, elas podem ser percorridas em variados espaços de tempo (uma semana, duas semanas ou até um mês), atendendo a diferentes perfis de visitantes.



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar