mais
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Grupo Meio Norte realiza bate-papo sobre prevenção ao suicídio

A psicanalista Paula Fontenele, que atua na prevenção ao suicídio no Brasil e nos Estados Unidos, tratou sobre prevenção e como a imprensa pode abordar a temática

Falar sobre a prevenção do suicídio é o melhor caminho. Foi com esse foco que o Grupo Meio Norte de Comunicação (GMNC), promoveu na tarde de segunda-feira, 12, um bate-papo virtual entre seus colaboradores e a jornalista e psicanalista, Paula Fontenele, que atua na prevenção ao suicídio no Brasil e nos Estados Unidos, que tratou sobre prevenção e como a imprensa pode abordar a temática.

O encontro contou com convidados especiais como o ex-secretário municipal de Planejamento, Washington Bonfim e profissionais de saúde como a psicóloga e suicidóloga, Thátila Brito, que é Membro Titular do Grupo Interinstitucional de Prevenção do Piauí, da Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi).

Psicanalista Paula Fontinele participou de bate-papo virtual sobre prevenção ao suicídio com colaboradores do GMNCPsicanalista Paula Fontinele participou de bate-papo virtual sobre prevenção ao suicídio com colaboradores do GMNCDados apontam que o Piauí apresenta uma taxa bruta de mortalidade de suicídios superior a do Brasil e do Nordeste, tendo uma tendência de crescimento. No entanto, essa estatística poderia ser evitada, já que estudos apontam que mais de 90% dos casos de suicídios estão relacionados a algum tipo de adoecimento emocional e de dor profunda.

“O suicídio é sempre multifatorial, é uma busca da pessoa de acabar com uma dor que ficou incontrolável, o suicídio não quer dizer que a pessoa quer morrer, mas que ela quer acabar com uma dor imensurável. É uma pessoa que está se sentindo muito solitária e imagina que ninguém vai conseguir entender. Tem duas perguntas que podemos fazer: Onde doí? Como posso ajudar? Então, quando entendemos essas duas questões, temos como nos aproximar e ajudar essa pessoa”, explica Paula Fontenele.

Debate virtual contou com participação de convidados especiais Debate virtual contou com participação de convidados especiais 

Falar de suicídio pode salvar vidas

Além de abordar a questão da empatia e se colocar no lugar do outro como forma de prevenir o suicídio, a psicanalista abordou questões relacionadas sobre valorização da vida e provocou junto aos participantes o papel da imprensa na difusão de informações, contribuindo para que pessoas que tenham algum diagnóstico emocional busquem assistência, envolvendo também a família e na busca por políticas públicas de prevenção.

Na oportunidade, a especialista parabenizou o GMNC pela iniciativa de esclarecer as dúvidas dos colaboradores e debater pontos como a prevenção do suicídio, que é um tema ainda é um tabu na sociedade. “O Grupo Meio Norte está sendo pioneiro ao trazer à tona essa discussão, a fim de conscientizar seus profissionais para que possam atuar na prevenção desse fenômeno. Falar de suicídio pode salvar vidas”, avaliou.


Vale destacar que o Grupo Meio Norte de Comunicação já realiza há vários anos, o projeto “Mais Vida”, idealizado pelo jornalista José Osmando de Araújo, diretor de jornalismo do GMNC, que tem promovido bate-papos e produzido uma série de reportagens especiais no Jornal e Portal Meio Norte, bem como na Rede Meio Norte, com objetivo de levar maior conscientização e prevenção ao suicídio no Piauí.

“Nós criamos há 5 anos um núcleo de atenção ao suicídio e conseguimos agregar pessoas que lidam com essa causa e tivemos alguns resultados muito importantes. O nosso objetivo é que nossa equipe tenha todo cuidado, zelo e tratado na forma de reportar essa questão levando informação jornalística de forma responsável. Somos um grupo forte, solidário, que tem um elo muito forte com a sociedade. Estamos trabalhando para desenvolver novas ações para através de uma parceria com os órgãos públicos, instituições e universidades o que podemos fazer para ajudar a sociedade, sobretudo, nesse momento de pandemia e isolamento social”, afirmou o diretor José Osmando.

A promoção à saúde e o estímulo ao autocuidado estão entre as ações do Núcleo Mais Vida voltadas ao bem-estar da população piauiense. Diante do alcance midiático significativo dos veículos de comunicação do GMNC, o projeto surgiu com o propósito de levar informação de qualidade, a partir de uma linguagem simples e acessível, sobre temas relevantes na área da saúde emocional.

Diretor de Jornalismo do GMNC, José Osmando de Araújo, destacou ações desenvolvidas pela empresa na prevenção do suicídio  e valorização da vida Diretor de Jornalismo do GMNC, José Osmando de Araújo, destacou ações desenvolvidas pela empresa na prevenção do suicídio  e valorização da vida 

Onde encontrar ajuda especializada no Piauí

Em Teresina, realizam o trabalho de prevenção e tratamento a pessoas com sofrimento psíquico grave, o Centro de Valorização da Vida (CVV), que presta atendimento gratuito através do telefone 188, e-mail e chat todos os dias durante 24 horas pelo site https://www.cvv.org.br; o Centro Débora Mesquita (CDM), que está localizado na rua Pedro de Vasconcelos, número 2065, bairro Recanto das Palmeiras e funciona de segunda a sexta, das 8h às 17h. Telefone: (86) 9 9827-3343 / 9 8894-5742.


Ambulatório Provida, no Hospital Lineu Araújo, dedicado a pessoas com comportamento suicida. O local funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, o telefone é (86) 3215-4344; os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), além dos profissionais que atuam em clínicas particulares.

Prestam ainda assistência especializada, a Universidade Estadual do Piauí (UESPI), que exige agendamento através do site da universidade, onde é possível preencher um formulário e receber orientações. No Centro Universitário Santo Agostinho, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h e está localizado na Avenida Presidente Kennedy, número 4500, no Bairro São Cristóvão. Telefones: (86) 3234-5540 e 3234-5570.


Serviço de Atendimento de Urgência Psiquiátrica: Em casos de surto psicótico ou tentativa de suicídio, o Hospital Areolino de Abreu, localizado na Rua Joe Soares Ferry, número 2420, no bairro Primavera é o hospital referência em atendimento de urgência psiquiátrica. Telefone: (86) 3222-2910. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) também pode ser acionado por meio do número 192.


Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail