Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

PI: Homem agride a ex-companheira que morre ao bater a cabeça no chão

Na ocasião, a vítima teria batido a cabeça em uma calçada durante as agressões.

Compartilhe
Google Whatsapp

Uma mulher identificada como Eliane Lima morreu na tarde deste domingo (22), após briga com seu ex-companheiro. O caso ocorreu por volta das 16h nas imediações do Mercado público de Campo Maior. O acusado, Sebastião Vieira de Sousa, confessou o ato para a polícia. A linha que a polícia trabalha neste caso é de feminicídio, que é quando o crime de morte acontece por um conjunto de violência doméstica e familiar ou como discriminação em razão da condição de gênero da mulher.

Segundo as informações repassadas pelo Sargento Ibiapina ao portal Meio Norte, que  acompanhou o caso, o crime foi motivado por ciúmes. De acordo com ele, o casal vivia ainda consumido bebidas alcoólicas e já havia brigado várias vezes, inclusive, conduzidos pela polícia ao Distrito Policial, mas acabavam sendo liberados.

Reprodução

Na ocasião, a vítima teria batido a cabeça em uma calçada durante uma discussão que resultou em agressões. "A perícia é que vai investigar a real causa da morte", disse o Sargento. Ainda conforme o agente, o acusado foi preso em flagrante à 400 metros do local do crime, no bairro Matadouro. 

O Instituto Médico Legal (IML) esteve no local para fazer a remoção do corpo de Eliane Lima.

Reprodução 

Casos de Feminicídio no Piauí

Somente em 2019, foram 20 mulheres assassinadas no Piauí. Deste número, 12 foram por razões de feminicídio, o que representa 60% dos crimes registrados. Dos 12, 10 foram no interior e dois na capital.  O dado mostra o recorte de um povo ainda machista, pois mais da metade das mulheres assassinadas em todo o Estado foram por razões de gênero. 

Os números assustam quando comparados aos do ano de 2018, que registrou 25 casos em 12 meses. Antes do final do primeiro semestre do ano, o número já beira à metade dos casos do ano passado.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto