Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Homem matou a ex porque ela não deixou de ser garota de programa

Ana Paula Rodrigues, de 37, foi assassinada dentro de quarto de hotel

Homem matou a ex porque ela não deixou de ser garota de programa
|
Compartilhe
Google Whatsapp

O ex-namorado da garota de programa achada morta em quarto de hotel com marcas de violência, em Marília (SP), alegou à polícia que matou a mulher por ciúme e que havia terminado o relacionamento com ela há poucos dias porque ela não teria deixado de fazer programa.

Segundo a Polícia Civil, Gustavo Rodrigo Rodrigues Lopes, 36 anos, foi preso nesta quarta-feira (27), em Tupã (SP), depois de ter tido a prisão temporária decretada. Ana Paula Rodrigues, de 37 anos, estava hospedada no hotel há quase três meses e foi encontrada morta por funcionários do local.

O delegado da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) Wilson Tramontini, informou que, durante o depoimento, Gustavo contou que havia terminado seu relacionamento com Ana Paula após ter a surpreendido saindo de um outro hotel com um suposto “cliente”.

No dia do crime, ele alegou que foi até o quarto da ex onde começaram a discutir.

"Ela teria dito que o amava, quando ele a agrediu com um soco. Para tentar se defender, Ana Paula teria pegado uma faca debaixo do travesseiro, quando ele tomou das mãos dela e passou a esfaqueá-la. Foram pelo menos quatro facadas na região do pescoço", afirmou o delegado.

Ainda de acordo com o delegado, no depoimento o homem relatou que, ao perceber que outros hóspedes estariam abrindo a porta dos quartos para ouvir as discussões, ele terminou de matá-la por asfixia para que a vítima não tivesse como gritar por socorro.

Gustavo também relatou à polícia que depois de matar Ana Paula, ele foi para o seu quarto, tomou banho para tirar os vestígios de sangue, jogou a roupa ensanguentada e ainda, retornou do quarto da ex para pegar o celular, que jogou em uma caçamba. Em seguida, o suspeito fugiu para Tupã.

Arquivo Pessoal 

 
  

Prisão

Após investigações, ele foi apontado como o responsável pela morte de Ana, que era garota de programa.

Ainda segundo o delegado, o homem foi achado na casa da mãe e encaminhado para a delegacia. Em seguida, foi recolhido para a cadeia de São Pedro do Turvo (SP). Ele responderá por feminicídio.

“O crime tinha sido registrado como homicídio. Mas após o depoimento e a questão do envolvimento entre eles, o autor vai responder por feminicídio. Ele ainda terá a pena agravada por ter asfixiado a vítima e poderá pegar entre 12 até 30 anos de reclusão”, explica o delegado.

Encontro

Ana Paula foi encontrada pelos funcionários do hotel já caída no chão do quarto com marcas de violência. De acordo com a Polícia Militar, ela foi esfaqueada em várias regiões do corpo.

O funcionário do hotel, que foi o primeiro a achar o corpo e preferiu ter a identidade preservada, conta que estranhou ela não sair cedo e deixar a chave na recepção.

“Já passava de 9h e ela ainda não tinha descido. Fui bater no quarto e ninguém atendeu, quando resolvi pegar a chave reserva e a encontrei caída com a roupa ensanguentada”, conta.

Guilherme Lopes/TV TEM 


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto

×