I Caminhada do Orgulho Surdo aborda inclusão e conscientização

O evento ocorrido sábado (30) marcou o Dia Nacional do Surdo.

A I Caminhada do Orgulho Surdo aconteceu na avenida Frei Serafim até o Parque Potycabana, com cerca de 150 pessoas, na tarde de sábado, 30.  A organização foi da Associação de Surdo de Teresina (ASTE),  com o apoio da Prefeitura de Teresina por meio da Semcaspi e da Ação Social Arquidiocesana (ASA). Estima-se que em Teresina existam cerca de 7 mil surdos. O evento marcou o Dia Nacional do Surdo e do intérprete da Língua de Sinais, comemorados neste sábado.

O prefeito Firmino Filho, a primeira dama Lucy Silveira e Samuel Silveira, secretário da Semcaspi, participaram do evento que teve o objetivo de sensibilizar para as questões de trabalho, educação e inclusão do surdo.

I Caminhada do Orgulho Surdo aborda inclusão e conscientização (Crédito: Rômulo Piauilino)
I Caminhada do Orgulho Surdo aborda inclusão e conscientização (Crédito: Rômulo Piauilino)

Firmino Filho destacou que a data seja uma razão para reunir entidades e que entre no calendário de eventos da cidade. Ele adiantou que será agendada uma reunião com entidades dos surdos e a Prefeitura de Teresina. “São vários desafios e queremos estar juntos para enfrentar”, ressaltou.

Samuel Silveira, secretário da Semcaspi, destacou a parceria com a ASA na realização do projeto “Levanta, vem para o meio”. “Por meio desse projeto oferecemos o curso de Língua de Sinais e quando o surdo adquire essa habilidade tem mais facilidade de inserção na sociedade e no mercado de trabalho”, fala.

Para a diretora social da ASTE, Yasmin Carla de Sousa, que é surda,  existem muitas dificuldades por não ser possível se comunicar desde os primeiros anos de vida, professores preparados e dificuldade de ter trabalho. Ela faz curso superior em Língua de Sinais, em uma faculdade à distância.


Fonte: Portal Meio Norte/ Prefeitura de Teresina
logomarca do portal meionorte..com