Inscrições de ambulantes que querem trabalhar no Corso inicia 22/01

Os interessados devem procurar a SDU Leste até dia 26 deste mês

Inicia na próxima segunda-feira (22) as inscrições de ambulantes e vendedores que pretender usar o espaço no dia do Corso 2018 para ambulantes e vendedores que querem comercializar no local do evento que fica na Avenida Raul Lopes, zona Leste de Teresina.

As inscrições vão até o di 26/01 no novo prédio da SDU Lese, que fica na Avenida Zequinha Freire, 370, bairro Uruguai em frente ao condomínio Delta do Parnaíba. O horário das inscrições é de 8h às 13h.

Segundo o superintendente da região, João Pádua, o cadastro do ambulante mostra o compromisso que ele tem com a cidade, agindo corretamente inclusive com o meio ambiente. “É importante frisar que teremos também, no local das inscrições, a presença da equipe da Secretaria do Meio Ambiente e da Vigilância Sanitária dando orientações aos ambulantes quanto aos cuidados com o ambiente que será utilizado, a coleta seletiva do lixo e também como proceder no manuseio dos alimentos”, disse o gestor.

Conforme informações da ficha de inscrição, que será disponibilizada no ato na inscrição, a SDU Leste ressalta observações importantes que devem ser seguidas pelos ambulantes, tais como: as barracas só poderão ser ocupadas a partir do dia 01 de fevereiro, não havendo reserva antecipada de áreas; não poderão ser vendidas bebidas em garrafas de vidro; a Prefeitura não disponibilizará pontos de energia, estando proibida a utilização da rede pública de forma clandestina; não será permitido obstruir ruas e entradas de condomínios e estabelecimentos comerciais e cada barraqueiro será responsável pela limpeza de sua área ocupada, entre outras observações.

A Prefeitura de Teresina também tem se mostrado bastante preocupada com o meio ambiente durante o evento que terá na Avenida Raul Lopes o seu trajeto principal, onde caminhões decorados irão desfilar. “A Raul Lopes possui hoje um dos maiores parques ambientais da cidade, que é o Parque Raul Lopes, ao lado do Rio Poty. Por isso é proibido o uso pelos ambulantes dessa área, considerada de preservação ambiental, que inclui a calçada ao lado do rio, bem como áreas ajardinadas, exceto pelos foliões”, explicou o gerente de fiscalização.


 


Fonte: Portal MN
logomarca do portal meionorte..com