Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Institutos e departamentos padecem por falta de infra-estrutura na UnB

Institutos e departamentos padecem por falta de infra-estrutura na UnB

Compartilhe

O professor Vanner Boere Souza, do Departamento de Biologia da Universidade de Bras?lia (UnB), montou seu escrit?rio com mobili?rio do lixo. Cansado de pedir ? administra??o que lhe fornecesse m?veis e equipamentos, foi buscar o que precisava no dep?sito da institui??o. Recolheu quatro velhos laptops e pediu a um aluno que juntasse as pe?as para produzir um computador que funcionasse. O arm?rio onde deveria guardar seus arquivos est? trancado. O professor o encontrou esquecido em um corredor e pediu para trocar a fechadura h? mais de dois meses, sem sucesso. Num canto do escrit?rio, tr?s baldes est?o posicionados nos pontos onde h? goteiras.

As cinco cadeiras para visitantes n?o seguem uma linha est?tica adequada como a de outros im?veis da universidade. Simplesmente n?o combinam em nada, a n?o ser que se considere unidade est?tica de ambiente de trabalho os estofados das cadeiras rasgados que exp?em a espuma velha amarelada do forro, ou o revestimento improvisado com fita-crepe. ? nesse espa?o que Vanner recebe professores de v?rias universidades estrangeiras.

O bi?logo da UnB ? uma refer?ncia nacional em estudos de comportamento. ?Morro de vergonha quando algu?m vem aqui?, confessa. Os visitantes do professor t?m prest?gio acad?mico, mas a recep??o a eles ? bem diferente da reservada aos convidados do reitor Timothy Mulholland. Foi com a justificativa de acolher visitas ilustres que a UnB gastou R$ 470 mil na decora??o do apartamento funcional em que vivia o reitor.

O dinheiro foi repassado pela Funda??o de Empreendimentos Cient?ficos e Tecnol?gicos (Finatec), entidade ligada ? universidade e que tem, em seu estatuto, a determina??o de investir em pesquisa e desenvolvimento tecnol?gico, mas passa 10% de tudo o que recolhe com conv?nios para um fundo que ? gerido pela pr?pria UnB que tamb?m decide como vai gastar as verbas.

O caso do professor Vanner est? longe de ser ?nico. Considerada uma das cinco mais importantes universidades do Brasil, a UnB padece com a falta de infra-estrutura. Por isso, os docentes reivindicam melhor aplica??o para recursos como os repassados pela Finatec.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar