Coreia do Norte classifica sanções da ONU como 'ato de guerra'

Líder Kim Jong-Un proclamou o país como Estado Nuclear.

O Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Norte classificou como "ato de guerra e equivale a um bloqueio econômico completo contra o país" as sanções anunciadas pela Organização das Nações Unidas (ONU). Com isso, o país passa a ter sob proibição 90% das exportações de produtos de petróleo refinado.

"Nós rejeitamos totalmente as últimas sanções da ONU como um ataque violento à soberania da nossa república e a um ato de guerra que destrói a paz e a estabilidade da península coreana e da região", afirmou a chancelaria da Coreia do Norte.

"Os Estados Unidos, completamente aterrorizados com os esforços para completar a força nuclear norte-coreana, estão cada vez mais frenéticos em impôr duras sanções e pressões sobre o nosso país", disse o Ministério.

Em novembro, o Líder Kim Jong-Un proclamou o país como Estado Nuclear. A fala acorreu após lançamento de um míssil que, segundo o ditador, possui capacidade para atingir qualquer lugar nos Estados Unidos.


Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com