Estuprador engravida menina de 12 anos e ganha a guarda da criança

O criminoso engravidou uma menina de 12 anos e ganhou a guarda.

A Justiça cada vez mais surpreende quando o assunto é beneficiar criminosos. O americano Christopher Mirasolo, de 27 anos, preso acusado de estuprar e engravidar uma criança de apenas 12 anos ganhou o direito a ter a guarda compartilhada do bebê e teve o seu nome incluído na certidão de nascimento. Tudo aconteceu no estado do Michigan, nos Estados Unidos.

De acordo com a advogada da vítima, Rebecca Kiessling, o criminoso foi julgado e condenado apenas pelo crime de tentativa de estupro, mesmo a menina tendo engravidado. Christopher chegou a cumprir seis meses da sentença e foi liberado. A família foi atrás e o rapaz acabou condenado mais uma vez, desta vez por estupro de vulnerável e passou mais quatro anos preso.

Liberado novamente, o criminoso recebeu do juiz a guarda compartilhada da criança, um menino de oito anos, além de incluir o nome dele na certidão de nascimento e informá-lo do atual endereço da vítima. Todas as decisões tomadas sem o consentimento dela. Apesar da decisão judicial, o homem aparentemente não tem planos de conhecer ou ter contato com a criança, já que a determinação surgiu após exame de DNA comprovar a paternidade.

A advogada agora busca proteção judicial para a vítima e a criança. "Isso é insano", classificou ela em audiência.

Criminoso teve o direito a guarda da criança (Crédito: Divulgação/Michigan Department of Corrections)
Criminoso teve o direito a guarda da criança (Crédito: Divulgação/Michigan Department of Corrections)


Fonte: Com informações do UOL
logomarca do portal meionorte..com