Ex-integrante de reality processa Donald Trump por assédio sexual

Trump teria feito avanços de cunho sexual em entrevista de emprego

Uma ex-participante do reality show “O Aprendiz” deu entrada nesta terça-feira em um processo judicial contra o presidente eleito dos EUA, Donald Trump, por assédio sexual. De acordo com o jornal “The Independent”, Summer Zervos acusa o magnata, à época apresentador do programa de TV, de fazer contatos inapropriados.

De acordo com Zervos, Trump a “beijou e apalpou repetidamente” durante a quinta temporada da série “O Aprendiz”, um reality show voltado para formar profissionais no ramo empresarial. Além disso, em 2007, um ano após a participação de Zervos no programa de TV, Trump teria feito avanços de cunho sexual durante uma entrevista de emprego. O anúncio da ação judicial acontece três dias antes da cerimônia de posse de Trump.

— Não há bom momento (para dar entrada em um processo). Também não há momento ruim. Fomos pacientes, mas o tempo se esgotou — disse a advogada de Zervos, Gloria Allred, explicando que exige retratação pública do presidente eleito dos EUA.

Durante a campanha eleitoral de 2016, Trump rechaçou as acusações de pelo menos nove mulheres — incluindo a própria Zervos — que haviam denunciado publicamente o magnata por assédio sexual. Zervos acusou Trump de tê-la tocado no peito e tentado deitar ao seu lado durante uma entrevista de emprego em 2007. No ano anterior, ela havia participado do reality show "O Aprendiz", conduzido à época por Trump.

Zervos afirmou, em coletiva de imprensa nestaa terça-feira, que está disposta a abrir mão do processo judicial sem receber compensação financeira, desde que Trump admita a conduta pela qual é acusado.

— A verdade é importante. As mulheres são importantes. Trump não tem qualquer sentimento de vergonha — atacou Allred, a advogada de Zervos.


Ex-integrante de reality show processa Trump por assédio sexual
Ex-integrante de reality show processa Trump por assédio sexual


Fonte: O Globo