Filho de Trump ataca prefeito de Londres após atentado

Donald Trump Jr. está enfrentando duras críticas nas redes sociais

Filho mais velho do presidente norte-americano, Donald Trump Jr. está enfrentando duras críticas nas redes sociais depois de criticar o prefeito de Londres, Sadiq Khan, tuitando uma entrevista antiga do britânico em que fala sobre terrorismo. O atentado terrorista próximo ao Parlamento de Londres nesta quarta-feira (22) deixou pelo menos cinco mortos de 40 feridos.


No Twitter, Donald Trump Jr. coloca o link de uma matéria de setembro do ano passado em que Khan afirma que “ataques terroristas são parte integrante de viver em uma grande cidade”, e que “espera que todas as agências e indivíduos envolvidos com a proteção da cidade possam ter fontes e informações que necessitam para responder a algum possível ataque a Londres”.  Em sua mensagem, o norte-americano escreve “você só pode estar brincando?” (You have to be kidding me?!, em tradução livre).

Não ficou claro se o filho do mandatário dos Estados Unidos leu a matéria ou entendeu que a aspa usada no título é de seis meses atrás, e que não foi um comentário sobre o incidente desta quarta-feira.

A matéria do jornal “The Independent”, de 2016, foi realizada depois de uma bomba na cidade de Nova York que feriu 29 pessoas. Autoridades britânicas afirmaram que cinco pessoas morreram, incluindo um policial que foi esfaqueado pelo autor do atentado, que tentou entrar no prédio do Parlamento de Londres. O suspeito foi morto a tiros – e ao menos 40 pessoas estão feridas, sendo que algumas estão em estado grave.

Críticas ao norte-americano 

O tuíte foi muito criticado por pessoas e autoridades dos Estados Unidos e do Reino Unido, incluindo o deputado e ex-presidente na União Nacional dos Estudantes, Wes Streeting. “Você está usando um ataque terrorista em nossa cidade para atacar o prefeito de Londres para seu próprio ganho político. Você é uma vergonha”, escreveu.  

O jornalista do Channel 4 News, Ciaran Jenkins, tuitou: “isso é útil, Donald Trump Jr? Você ao menos leu a matéria antes de atacar o prefeito de Londres durante um incidente ao vivo?”.

A Casa Branca não respondeu imediatamente o pedido de comentário. Mas, horas após a mensagem na rede social, o filho do presidente norte-americano escreveu um e-mail ao New York Times: “Eu não vou comentar todo tuíte que eu escrevo”. 

Esta não é a primeira vez que Trump Jr. se envolveu em problemas por causa de seus tuítes. Em setembro, ele comparou refugiados sírios por 'Skittles envenenados', provocando reações negativas generalizadas. Ele também enfrentou críticas por compartilhar um meme que defendia a “supremacia branca”. 


Fonte: iG
logomarca do portal meionorte..com