Homem tirado à força de avião terá de fazer cirurgia reconstrutiva

O advogado dele confirmou que vai processar a companhia United.

O passageiro que foi retirado à força de um voo da United nos EUA terá de fazer uma cirurgia de reconstrução da face. O médico David Dao perdeu dois dentes e teve o nariz quebrado. O caso aconteceu no último domingo (9/4) e chocou pela brutalidade da polícia.

David Dao tem 69 anos e voltava de uma viagem com a esposa. A empresa extrapolou a quantia de passagens vendidas — o chamado overbooking — e o passageiro foi convidado a trocar de voo. Ao recusar, o médico foi arrastado com extrema violência, como mostra o vídeo.

O advogado dele confirmou ao jornal inglês “The Guardian”, que vai processar a companhia United. A cidade de Chicago, que emprega os oficiais do vídeo, também será responsabilizada juridicamente. Segundo o procurador, o cliente está em local “seguro” e busca fugir da mídia, por enquanto, mas, no futuro, irá falar com a imprensa.

No dia do ocorrido, a gravação viralizou em todo o mundo, gerando uma onda de indignação. Na segunda-feira (10/4), o diretor executivo da United, Oscar Munoz, qualificou o passageiro como “encrenqueiro e beligerante”. No fim do dia, as ações da companhia aérea na bolsa de valores americana despencaram 4,5%.

Com o passar dos dias, Munoz voltou atrás e fez dois pedidos de desculpas oficiais. Ele afirmou que a empresa não vai mais remover passageiros que já estiverem acomodados. “Essa não é nossa família na United. Isso não vai voltar a acontecer em um voo da United. Eu prometo a vocês”.


Fonte: Com informações do Metropoles