Insatisfeita com sexo oral, prostituta quase mata cliente a tiros

Mulher gastou US$ 10 mil usando o cartão de crédito do cliente.

Uma garota de programa de nome Marissa Wallen, de 21 anos, residente no estado de Washington, Estados Unidos, foi presa após atirar na cabeça de um cliente. O que seria uma noite de prazer com direito a sexo oral, acabou virando caso de polícia.

De acordo com a imprensa internacional, tudo aconteceu na residência do cliente, cuja a identidade não foi revelada. A prostituta teria ficado insatisfeita com o sexo oral praticado por ele e, sem saber como contar, resolveu efetuar dois tiros na cabeça do homem que está internado em estado grave.

Após o crime, ela pegou o cartão de crédito do homem e gastou o equivalente a US$ 10 mil. A polícia foi acionada e conseguiu prender Maria. A fiança para soltura da mesma foi estipulada no valor de US$ 1 milhão.

Prostituta presa após atirar em cliente após sexo oral 'mal feito' (Crédito:  Reprodução/KIRO 7)
Prostituta presa por atirar em cliente após sexo oral 'mal feito' (Crédito: Reprodução/KIRO 7)



Fonte: Com informações do Pagenotfound
logomarca do portal meionorte..com