2017 chega na Austrália, Nova Zelândia, Japão e Coreia do Sul

Festas ganham cliques nas redes sociais

Às 8h no horário de Brasília, as ilhas do Pacífico estreavam as celebrações de Ano Novo. Já a Nova Zelândia entrou em 2017 às 9h da manhã. Na Austrália, a passagem do ano foi marcada, além dos tradicionais fogos da Opera House, na baía de Sidney, pela homenagem aos artistas que morreram em 2016 e pela segurança reforçada já, ainda nesta semana um homem fez ameaças pela internet contra o Réveillon em Sydney.


Às 13h de Brasília, foi a vez do Japão fazer a contagem regressiva. Por lá, as comemorações vão até o dia 3 de janeiro. Uma hora depois, a China e as Filipinas se despediram de 2016. Em Seul, na Coreia do Sul, um protesto tomou conta da festa.

Segundo os organizadores, cerca de 600.000 pessoas se reuniram para pedir a saída da presidente do país, Park Geun-hye, envolvida em caso de corrupção. Estas imagens foram transmitidas diretamente das referidas cidades através de postagens de internautas nas redes sociais, em que já festejaram a chegada do ano novo. Foram muitos minutos de fogos de artificio lançados de embarcações e de arranha céus.

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title


Fonte: Veja
logomarca do portal meionorte..com