Mulher é acusada de 'tráfico humano' por boneca hiper-realista

Policiais conversaram com vizinhos da mulher para apurar a denúncia

Uma mulher recebeu recentemente a visita de policiais em Sheffield Lake, no estado de Ohio, nos Estados Unidos, sob suspeita de tráfico humano.

"Há relato de que você esteja vendendo um bebê", disse um dos agentes ao bater à porta de Kathy Cadle."Você está brincando comigo?", rebateu ela, de acordo com reportagem do "Metro".

Policiais conversaram com vizinhos de Kathy para apurar a denúncia (Crédito: Reprodução)
Policiais conversaram com vizinhos de Kathy para apurar a denúncia (Crédito: Reprodução)

Na verdade, Kathy fabrica, juntamente com a irmã, Rachel Smith, bonecas hiper-realistas, sob a marca Bunny Bundles Reborn. E elas são realmente impressionantes. Para convencer o sargento Frank Goscewski, a americana lhe entregou uma das suas criações. Ele saiu da residência convencido de que Kathy falava a verdade.

Fabricar bonecas hiper-realistas é uma tradição na família Cadle. O produto costuma ser usado, entre outros fins, em terapia de pacientes com demência e Alzheimer.

Policiais conversaram com vizinhos de Kathy para apurar a denúncia (Crédito: Reprodução)
Policiais conversaram com vizinhos de Kathy para apurar a denúncia (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do O Globo
logomarca do portal meionorte..com