Restos mortais de jornalista são achados pela polícia na Dinamarca

Kim Wall sumiu há dois meses, durante entrevista em submarino

Foram encontrados neste sábado, dia 7, em Copenhague, a cabeça e as pernas de uma jornalista que estava desaparecida há dois meses. Os restos mortais dela foram achados na baía de Koge. 

As partes dela e as roupas estavam divididas em sacolas. Também foram encontradas peças de metal. O tronco de Kim Wall estava flutuando no Báltico, em agosto. 

Acredita-se que a jornalista tenha morrido acidentalmente, após ser atingida por uma escotilha de 70 quilos. A polícia desmonta essa versão e disse que 15 feridas por facadas foram encontradas no tronco da jornalista. 

 (Crédito: Handout/TT News Agency/AFP)
(Crédito: Handout/TT News Agency/AFP)



Fonte: G1
logomarca do portal meionorte..com