Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Suspeitos de estupro coletivo de estudante indiana são indiciados

Cinco homens foram indiciados por estupro, sequestro e homicídio.

Suspeitos de estupro coletivo de estudante indiana são indiciados
Grupo faz protesto em frente a tribunal onde ocorria audiência de suspeitos de estupro. | Reuters
Compartilhe

A polícia indiana indiciou formalmente nesta quinta-feira (3) os cinco supostos autores do estupro coletivo da jovem estudante indiana que morreu em consequência da agressão.

Os cinco homens foram indiciados por estupro, sequestro e homicídio, segundo o tribunal de Saket, sul de Nova Délhi.

Os cinco suspeitos são maiores de idade, têm entre 19 e 35 anos, e o sexto acusado, que teria 17 anos, deve ser julgado por um tribunal de menores, e está sendo submetido a exames para a comprovação da idade.

A jovem, que não teve a identidade revelada, saiu de um cinema no dia 16 de dezembro e pegou um ônibus com o namorado. No veículo, ela foi agredida de maneira selvagem e estuprada por seis homens embriagados.

Durante a agressão, ela foi atingida por uma barra de ferro e depois jogada do veículo em movimento.

A imprensa do país também informou que os estupradores tentaram atropelar a vítima depois do ataque.

Os acusados podem ser condenados à pena de morte na Índia.

Os estupros coletivos acontecem quase todos os dias na Índia e muitos não são denunciados pelas vítimas, que não confiam no sistema judiciário e temem a reação dos policiais.

Mas a natureza particularmente selvagem deste ataque provocou a revolta da população e levou o governo a prometer mais segurança para as mulheres, além de penas mais severas para os crimes sexuais.

Em função disso, os advogados do tribunal de Nova Délhi anunciaram que se negam a defender os suspeitos.

A primeira audiência do tribunal do distrito de Saket, ao sul da capital federal, começará com a apresentação de um relatório de 1.000 páginas da polícia.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar