Tiroteio deixa pelo menos dois mortos em escola nos Estados Unidos

De acordo com a polícia, atirador se matou após o crime

Nesta segunda-feira (10), ao menos duas pessoas morreram após um tiroteio em uma escola primária de San Bernardino, na Califórnia, informou a polícia local. Originalmente, foi anunciado que dois estudantes foram hospitalizados. O responsável pelos disparos teria se matado.

Em sua conta no Twitter, o chefe da polícia de San Bernardino, Jarrod Burguan, explicou que o incidente aconteceu dentro de sala de aula. "Acreditamos que isso seja um assassinato suicídio. Aconteceu em uma sala de aula. Dois estudantes foram levados para o hospital".

Os bombeiros estão na escola fazendo a contagem das vítimas, segundo um aviso publicado pelo Twitter. A polícia de San Bernardino também informou que foi ao local e pediu que a região fosse evitada.

Serviços de emergência respondem a tiroteio em escola de San Bernardino, nos EUA (Crédito: AP)
Serviços de emergência respondem a tiroteio em escola de San Bernardino, nos EUA (Crédito: AP)

A escola fica perto da Universidade do Estado da Califórnia, que afirmou em seu Twitter que a polícia reporta um atirador no local. Em um primeiro momento, foi anunciado que havia quatro pessoas feridas na cena do crime. Entre os feridos, está também um professor.

Em 2 de dezembro de 2015, um atentado no Inland Regional Center matou cerca de 14 pessoas e feriu outras 21. Os autores eram um casal de origem paquistanesa que se radicalizou através do Estado Islâmico. Ambos foram mortos pela polícia.

Tiroteio aconteceu em sala de aula (Crédito: Reprodução)
Tiroteio aconteceu em sala de aula (Crédito: Reprodução)



Fonte: Com informações do O Globo