Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Irmão de Celso Daniel é recebido na França como refugiado político

Irmão de Celso Daniel é recebido na França como refugiado político

Irmão de Celso Daniel é recebido na França como refugiado político
Irmão de Celso Daniel é recebido na França como refugiado político | Divulgação
Compartilhe

Um irm?o e uma cunhada do ex-prefeito petista de Santo Andr? (SP) Celso Daniel, morto h? quase seis anos, foram reconhecidos pelo governo franc?s como refugiados pol?ticos.

Bruno Daniel, Marilena Nakano e tr?s filhos deixaram o Brasil em mar?o de 2006. A fam?lia informou que vinha recebendo amea?as de morte por insistir na elucida??o do assassinato do prefeito, at? hoje sem resposta na Justi?a.

O casal reuniu reportagens e relatos de amigos sobre as amea?as para apresentar ao Of?cio Franc?s de Prote??o aos Refugiados e Ap?tridas (OFPRA) a Folha ligou para o ?rg?o, que informou que os casos s?o mantidos em sigilo.

Bruno e Marilena disseram que escolheram o pa?s pela tradi??o da Fran?a em dar abrigo a perseguidos pol?ticos.

A pedido da fam?lia, H?lio Bicudo, membro da Funda??o Interamericana de Direitos Humanos, ir? apresentar hoje duas cartas escritas pelo casal, que pede um maior empenho do Judici?rio. No documento, a fam?lia informa que sua maior preocupa??o ? a a??o que est? no STF (Supremo Tribunal Federal) questionando a legitimidade de os promotores conduzirem uma investiga??o.

Advogados do ex-seguran?a e empres?rio S?rgio Gomes da Silva, apontado pelo Minist?rio P?blico como o mandante do crime (o que ele nega), dizem que s? a pol?cia pode investigar.

A fam?lia pede aos ministros que se sensibilizem e votem de forma favor?vel ? Promotoria.

O processo sobre a morte est? na primeira inst?ncia as testemunhas de defesa est?o sendo ouvidas. Celso Daniel foi seq?estrado no dia 18 de janeiro de 2002, quando estava em um carro blindado conduzido por Gomes da Silva. O corpo foi localizado dois dias depois.

Para a Promotoria, o crime foi encomendado e est? relacionado a um esquema de propina montado para financiar campanhas eleitorais.

A Pol?cia Civil, por?m, concluiu que foi crime comum.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar