Justiça dá 24h para o Inep explicar suposto vazamento no Enem

A intimação do Inep ocorreu e prazo é até quarta-feira

A Justiça Federal concedeu um prazo de 24 horas, a contar do início da tarde desta terça-feira (8), para que o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) se pronuncie no processo que pede a anulação da redação com base no suposto vazamento do tema da redação do Enem. A ação de anulação é MPF (Ministério Público Federal) no Ceará.

O pedido de explicações foi feito pelo juiz José Vidal Silva Neto, da 4ª Vara Federal do Ceará, que vai analisar o pedido feito pelo procurador Oscar Costa Filho, que questionou a lisura do processo com a descoberta de que candidatos sabiam o tema da redação.

Segundo o processo, a intimação do Inep ocorreu às 13h44 (14h44 horário de Brasília), e ele terá até esse mesmo horário da quarta-feira (10) para apresentar detalhes acerca da acusação de vazamento do tema da redação do Enem 2016.

Além de notificar o Inep, o juiz decidiu incluir a União como assistente de defesa, para que também se pronuncie no caso, se necessário. 

Fonte: Uol
logomarca do portal meionorte..com