Lançado aplicativo para combater violência e feminicídios no Piauí

Aplicativo já está disponível para download

O Governo do Estado lançou na segunda-feira (20) o aplicativo estatal “Salve Maria”, mais uma ferramenta em prol da segurança pública, com foco no combate à violência contra a mulher. Através do programa de governo, vítimas de agressão, parentes ou vizinhos poderão acionar a polícia e contribuir para um atendimento mais hábil a mulheres em situação de vulnerabilidade.

A iniciativa surgiu a partir de estudos do Núcleo de Plantão de Gênero que apontaram que a maioria das mulheres, vítimas de feminicídios, morria por não  ter possibilidade de fazer a denúncia em tempo hábil. “Nossa meta era otimizar e acompanhar as novas tecnologias, que são uma tendência mundial e permitir que essa mulher denuncie o fato na hora em que ele estiver acontecendo”, informou a delegada Anamelka Cadena, titular do Núcleo de Feminicídio da Polícia Civil do Piauí, espaço pioneiro no país.

O Salve Maria é fruto de trabalho colaborativo entre a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/PI), a Agência de Tecnologia da Informação (ATI) e as Unidades Especializadas da Mulher na busca por mobilizar o aparato da segurança pública em defesa de mulheres piauienses e de seus núcleos familiares. O nome vem da junção das palavras “Salve”, no sentido de saudação e prestação de socorro; e “Maria”, nome que mais prevalece nos inquéritos de assassinatos de mulheres.

“É um dispositivo completamente novo, uma estratégia completamente nova de combate, de enfrentamento e prevenção da violência contra a mulher. É um aplicativo que pode ser baixado no celular, qualquer pessoa pode baixar esse aplicativo gratuitamente. Ele vai dar duas possibilidades para o seu usuário. Primeiro, aquela mulher que está em situação de violência que precisa de um socorro imediato, ela aciona um botão SOS.

A segunda atitude desse usuário é de denunciar. Então se o vizinho ou se um passante percebe uma violência contra a mulher, uma violência contra uma criança, ou uma violência doméstica ele pode fazer essa denúncia optando por essa outra possibilidade”, explicou a vice-governadora Margarete Coelho.

Para casos de agressão física, por meio do “Botão do Pânico”, a vítima ou denunciante aciona, através de sistema de georreferenciamento, a viatura mais próxima do local possibilitando um pronto atendimento e evitando ocorrências mais graves, como feminicídios. A outra função do Salve Maria oferece canal informativo onde o denunciante poderá enviar fotos, áudios ou vídeos que indicam a ocorrência de violência, auxiliando, por exemplo, na emissão de medidas cautelares protetivas.

Para o secretário de Segurança, Fábio Abreu, o aplicativo recém lançado surge enquanto comunicação direta entre a população e as Polícia Militar e Civil juntamente com as unidades especializadas da mulher. “O objetivo nosso é oferecer, principalmente às [mulheres] que estão em situação de vulnerabilidade, os meios possíveis para que ela comunique qualquer fato que venha acontecer, principalmente na situação de crime que haja a necessidade de um atendimento urgente por parte da segurança pública”, destacou.

A subsecretária da Secretaria da Segurança Pública, delegada Eugênia Vila, explica que a participação da população é fundamental para o rendimento da ferramenta. “É preciso assumir essa responsabilidade. A violência acontece dentro de casa, contra meninas, mulheres e meninos, como os estupros de vulneráveis. A gente quer evitar, prevenir, então quanto mais a população se engajar nessa nossa trajetória, vamos estar salvando vidas de verdade”, propôs.

Salvar pessoas que estão em uma situação de estupro, de violência, de sequestro, uma mulher que está sendo espancada e naquele momento ela precisa tomar uma posição. “O objetivo é salvar vidas e, nesse caso, ele começa priorizando salvar vidas das mulheres que vivem no Piauí. Eu comemoro, acho que é um passo largo que estamos dando. Peço que as pessoas busquem mais informações e se cadastrem no aplicativo”, convidou Dias.

De acordo com o Governo do Estado, mais de 50 usuários já efetuaram e baixaram a ferramenta já disponível na plataforma Android, podendo ser encontrada na Google Play ou pelo link: Salve Maria.

A ocasião também marcou o lançamento do site da Secretaria de Segurança Pública. O novo sítio eletrônico hospeda informações sobre todos os órgãos de polícia e segurança estaduais ligados à secretaria. “Nosso intuito é utilizar as tecnologias em favor das pessoas e da sociedade”, destacou o secretário Fábio Abreu.

Fonte: Com informações do Portal do Governo
logomarca do portal meionorte..com