Legalização dos jogos de azar renderia quase R$ 30 bilhões ao país

Plenário do Senado deverá votar nesta quarta-feira (7)

O plenário do Senado deverá votar nesta quarta-feira (7) projeto de lei que legaliza os jogos de azar no Brasil. A estimativa é de que a liberação de todas as modalidades da atividade, como jogo do bicho, bingo, cassino e apostas esportivas, entre outras, irá elevar entre R$ 20 bilhões e R$ 30 bilhões a arrecadação do governo brasileiro com tributação.


De acordo com o Instituto Jogo Legal, atualmente os jogos de azar movimentam aproximadamente R$ 18,9 bilhões no País por ano. O valor, segundo a entidade, é 56,2% maior do que o contabilizado com apostas legais – cerca de R$ 12,1 bilhões, somando a renda obtida pela Caixa Econômica Federal e pelas loterias estaduais.

Image title

Com a legalização, o instituto projeta que o valor movimentado anualmente deverá subir para R$ 60 bilhões. Em todo o mundo, conforme a World Lottery Association (Associação Mundial de Loterias, na tradução para o português), a indústria de jogos em todo o mundo gira por ano montante superior a US$ 400 bilhões, o equivalente a mais de R$ 1,3 trilhão na conversão do dólar a R$ 3,40. O Brasil teve participação de apenas 1% nesse total, por meio das Loterias da Caixa.

Ainda segundo o Instituto Jogo Legal, dos 193 países-membros da Organização das Nações Unidas (ONU), pouco mais de três quartos das nações têm o jogo legalizado e regulamentado. A entidade afirma que, dos 45 países que proíbem a prática, 75% o fazem por motivações religiosas.


Fonte: iG