Foi com o objetivo de combater incêndios e a destruição de grandes áreas do Pantanal que um grupo de mulheres dos mais diferentes segmentos, por meio do Documenta Pantanal, elaborou projeto para promover um leilão com obras de arte expressivas de artistas contemporâneos renomados, que atuam com as mais diferentes linguagens. A meta é arrecadar R$ 1 milhão, recurso que será usado em brigadas rurais anti-incêndio.

Belezas do Pantanal (Foto: Araquém Alcântara)Belezas do Pantanal (Foto: Araquém Alcântara)

O grupo é formado por Fernanda Feitosa, Mari Stockler, Mônica Guimarães, Paula Azevedo, Susana Steinbruch, Teresa Bracher e Monica Tinoco vêm atuando na captação de doações de obras com artistas e colecionadores. As obras serão oferecidas pelo leiloeiro Aloísio Cravo na plataforma Arremate.

Pantanal (Foto:João Farkas)Pantanal (Foto:João Farkas)

Repercussão internacional

No ano passado, os incêndios no Pantanal ganharam repercussão internacional. O fogo consumiu mais de 30% do território e graças a ação de oficiais e voluntáris que o fogo foi controlado. O risco de novas crises são ameaças constantes a moradores, fauna e flora.

O Documenta Pantanal atua em documentação, desenvolvimento e preservação do ecossistema por meio de diferentes ações.

Fauna do Pantanal (Foto Araquém Alcântara)Fauna do Pantanal (Foto Araquém Alcântara)

Data do leilão

A coleta de obras vai até o dia 31 de março. Após a data será feito um catálogo que será lançado de forma virtual no dia 1º de maio. A previsão é de que o leilão deve ser realizado no dia 26 de maio.

O recurso adquirido no leilão vai permitir ao SOS Pantanal investir em equipamento, formação e manutenção de brigadas voluntárias anti-incêndios na região pelo período de três anos.

Segundo o diretor de Relações Institucionais do SOS Pantanal, Leonardo Pereira Gomes, o objetivo é profissionalizar e equipar as brigadas por meio de um programa que dará suporte por meio de planejamento e treinamento na prevenção e no combate ao fogo.