Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Mais de 1.200 munições são apreendidas pela Polícia Civil em Fortaleza

As munições chegavam a membros de organizações criminosas na Capital

Compartilhe

Mais de 1.200 munições de calibres variados foram apreendidas pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) depois de uma investigação conduzida pelo Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco). O material foi encontrado após o cumprimento de um mandado de busca e apreensão em imóveis nos bairros Granja Lisboa e Bonsucesso – Área Integrada de Segurança 2 (AIS 2) de Fortaleza. A ofensiva ocorreu na última sexta-feira (10) e as informações foram divulgadas em coletiva de imprensa, ontem (14).

O mandado judicial foi representado após diligências conduzidas pela delegacia especializada acerca de munições, que serviriam para abastecer uma organização criminosa atuante naquela região. A partir dos indícios colhidos no curso das investigações, os policiais civis chegaram a um imóvel no Bom Jardim. O alvo da ação foi um homem de 50 anos, que trabalha como vigilante. No imóvel, os investigadores encontraram 275 munições dos calibres 12, 32, 38 e .40.

Há suspeita de que ele adquiria o material de forma irregular e ilegal, no intuito de revender a outras pessoas. Com isso, as munições chegavam a membros de organizações criminosas na Capital. Seguindo com as diligências, a Draco chegou a uma segunda residência, no Bonsucesso. Um homem de 52 anos, que afirmou ser atirador esportivo, foi detido. Com ele, foram encontradas quase mil munições de calibres variados e oriundas do mesmo lote apreendido na casa do vigilante.

No total, foram 1.272 munições localizadas pela Draco, sendo 350 de calibre 12; 262 de calibre 38; 250 unidades de calibre 22; 230 unidades de 380; 140 unidades de calibre .40 e 40 munições de calibre 32. Os dois homens foram conduzidos à sede da Draco, no Complexo de Delegacias Especializadas (Code), onde foram autuados em flagrante por comércio irregular ou clandestino de munição de arma de fogo.(Ascom SSPDS)


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar