Mais de 10 milhões de trabalhadores fizeram saque do saldo do FGTS

O cronograma ainda prevê mais duas fases de pagamento.

Caixa Econômica Federal já pagou, de 10 de março até 10 de maio, R$ 16.855.693.880,43 (92,63% do previsto para as duas primeiras fases) aos trabalhadores nascidos entre janeiro e maio beneficiados pela MP 763/2016, que liberou o saque de contas inativas do FGTS. Exatos 10.674.261 trabalhadores sacaram os recursos do Fundo, de acordo com o último balanço de pagamentos realizado pela Caixa.

Dos valores sacados nestes primeiros dois meses da ação especial, a maior movimentação foi registrada nos caixas em agências bancárias, R$ 7.834.617.433,64. Em quantidade de pagamentos, porém, o maior número foi registrado no crédito automático em contas na Caixa: 4.485.404 trabalhadores não precisaram ir às agências, pois receberam no primeiro dia de abertura do calendário nas contas pessoais, um total de R$ 5.887.432.991,55.


Saques em terminais de autoatendimento representaram 10,9%, equivalente a R$ 1.835.361.626,00, enquanto que os canais correspondentes lotéricos e Caixa Aqui corresponderam a 7,7% dos saques, ou R$ 1.298.281.829,24.

O cronograma ainda prevê mais duas fases de pagamento. A partir de 16 de junho, será a vez dos trabalhadores nascidos em setembro, outubro e novembro terem acesso ao saldo das contas inativas. A última fase de pagamento, para os nascidos em dezembro, começa em 14 de julho. A Medida Provisória beneficia 30,2 milhões de trabalhadores, com saldo total de R$ 43,6 bilhões. As informações são da assessoria de comunicação da Caixa Econômica Federal.

Fonte: Msn