Mais de 610 mil pessoas foram atendidas nos Espaços da Cidadania

Desde 2015, foram instaladas mais 18 unidades de atendimento

A procura por atendimento nos Espaços da Cidadania do Piauí não para. Segundo dados da Secretaria da Administração e Previdência (SeadPrev), já foram realizados mais de 341.788 atendimentos entre os meses de janeiro e dezembro na Unidade Rio Poty em Teresina e 610.330 atendimentos nas salas e espaços distribuídos na Capital e interior.

Os primeiros Espaços da Cidadania foram inaugurados a partir do primeiro governo de Wellington Dias, na gestão da então secretária da Administração Regina Souza, por meio de um empréstimo junto ao BNDES. Entre 2003 e 2014, foram implantados no Piauí 15 Espaços da Cidadania. Apenas no atual governo, de 2015 a 2017, foram instaladas mais 18 unidades. O investimento apenas neste ano foi de R$ 1.855.542,00.

De acordo com o secretário Franzé Silva, desde o começo da iniciativa, cerca de oito milhões de atendimentos foram realizados nos Espaços da Cidadania, que tem como objetivo concentrar serviços em locais de fácil acesso para todos.

Desde 2015, foram instaladas mais 18 unidades de atendimento (Crédito: Reprodução)
Desde 2015, foram instaladas mais 18 unidades de atendimento (Crédito: Reprodução)

“A população tem acesso a todos os serviços com comodidade e rapidez. E o que observamos é que, hoje, os espaços fazem parte do dia a dia das pessoas, o que nos deixa bastante satisfeitos. Justamente por isso, estamos investindo na ampliação dos serviços e excelência do atendimento", explica o secretário Franzé Silva.

Para ele, a melhor forma de definir o Espaço da Cidadania, coordenado pela Secretaria da Administração e Previdência, é que é um local caracterizado pela reunião de serviços de utilidade pública, onde o cidadão tem a garantia de exercer seus direitos democraticamente."Para isso, vários órgãos e empresas estão reunidos em um só local para melhor ampliar os benefícios para os usuários", pontua.

O horário de atendimento do Espaço da Cidadania é de 7h até as 19h, de segunda a sexta-feira, aumentando dessa forma o tempo de funcionamento com o objetivo de atender um número maior de pessoas. A capacitação para os servidores do Espaço da Cidadania está sendo realizada constantemente para um melhor atendimento, quebrando vícios da cultura organizacional.

O cidadão tem acesso a diversos serviços como a expedição da carteira de identidade, Detran, Agespisa, Eletrobras, Secretaria da Fazenda. Outra opção que está disponível também é a relacionada a registro de patentes de marcas e produtos. O usuário pode ainda ir ao Espaço para abrir empresas na Junta Comercial do Estado.

A satisfação da população pode ser confirmada em duas pesquisas de opinião que são realizadas todos os anos no Espaço da Cidadania.

"A grande maioria das pessoas classificou nossos serviços como muito bom ou excelente. Com isso, estamos cumprindo a nossa meta, que é aproximar o Governo do Estado da população, de uma forma em que ela tenha redução de custos e tempo na realização de serviços básicos”, pondera Franzé Silva.

EVOLUÇÃO

O modelo de centralização de atendimento ao cidadão deu tão certo que o Governo do Estado está evoluindo os Espaços da Cidadania para Centros Integrados de Atendimento ao Cidadão (Ciac). O projeto piloto já está em funcionamento no município de Campo Maior. A ação, que está prevista para os 224 municípios piauienses, representa a política estadual de descentralização no atendimento dos serviços públicos, reunindo diversos órgãos em um só local.

Buscando maior agilidade, controle administrativo e salto na economia de gastos, o Ciac oferece em um só local serviços de água e luz, trânsito, trabalho, expedição de documentos, dentre outros. "São pequenos centros administrativos padronizados, que integram os órgãos do Estado e oferecem melhores condições e trabalho para o servidores e de atendimento para a população.,

"O governador Wellington Dias está preparando o Piauí para o futuro. O Ciac representa um novo marco para o atendimento público ao cidadão piauiense. Além de integrar todos os serviços, todos os órgãos estarão integrados com conforto, tecnologia e qualidade no atendimento", garantiu o secretário Franzé.

Segundo ele, no mês de janeiro serão mais sete Ciacs: Alto Longá, Curimatá, Monte Alegre, Santa Filomena, Lagoinha do Piauí e Avelino Lopes. Até o fim de 2018, novos municípios também ganharão centros integrados.

Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com