Médico que comentou sobre Marisa nas redes sociais é demitido

O médico teria feito comentários agressivos nas redes sociais

O médico neurocirurgião Richam Faissal Ellakiis foi demitado nesta sexta-feira (3) pela Unimed de São Roque, no interior de São Paulo, por suspeita de que ele teria feito comentários agressivos nas redes sociais sobre o estado de saúde da ex-primeira dama Marisa Letícia, que morreu na tarde desta sexta.

A Unimed informou que Richam Faissal era terceirizadono hospital próprio da empresa na cidade através de cum contrato de prestação de serviços que "está em vias de ser rescindido".

Segundo reportagem dojornal O Globo, o médico teria ofendido Marisa no grupo de Whatsapp formado por médicos, onde foram compartilhados exames sigilosos da ex-primeira dama.

"Esses fdp vão embolizar ainda por cima", escreveu Ellakkis, em referência ao procedimento de provocar o fechamento de um vaso sanguíneo para diminuir o fluxo de sangue em determinado local. "Tem que romper no procedimento. Daí já abre pupila. E o capeta abraça ela."

Marisa Letícia
Marisa Letícia


O médico se referia aos exames que foram vazados pela médica Gabriela Munhoz, demitiada do Hospital Sírio-Libanês, por ter divulgado detalhes sobre o dianóstico da primeira-dama em um grupo de colegas no WhatsApp.

Uma sindicância foi aberta pelo Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) onde vai ser apurado se ocorreu violação ao Código de Ética pelos profissionais ou participaçãod os médicos em supostas ofensas contra a ex-primeira dama Marisa Letícia.


Fonte: msn
logomarca do portal meionorte..com