Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Menino de 12 de anos é achado morto com disparo de arma de fogo no MA

Criança foi encontrada morta nesta terça-feira (13), com disparo na cabeça, na casa onde vivia com os pais, no bairro Moropoia, em São José de Ribamar. Segundo a polícia, arma usada no crime pertence a militar reformado.

Compartilhe

Um menino identificado como João Pedro Moraes de Lima, de 12 anos, foi encontrado morto com um tiro na cabeça na tarde desta terça-feira (13), no bairro Moropoia, no município de São José de Ribamar, localizado na Região Metropolitana de São Luís. A Polícia Civil investiga o caso.

De acordo com a Polícia Militar, a família da criança relatou, em ligação ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que o menino teria atirado acidentalmente em sua cabeça. Testemunhas relataram à polícia que João Pedro estaria sozinho em casa.

Garoto foi encontrado morto com tiro na cabeça

Ao chegar ao local do crime, a PM constatou que a arma usada no crime havia sumido. Em seguida, o revólver calibre 38 foi encontrado, apreendido e deve ser periciado pela Polícia Civil.

Segundo o delegado Paulo de Tarso, da regional de São José de Ribamar, a arma pertence à um militar reformado, que não teve o nome divulgado. Por conta das circunstâncias que envolvem o crime, ele afirmou que não descarta nenhuma hipótese e aguarda o resultado da perícia, que deve sair em duas semanas.

"Nós estamos investigando porque houve um acidente, aparentemente, vamos verificar os fatos e esse menino de 12 anos foi a vítima. O IML veio, os peritos também, fizeram exames no local e o corpo foi levado para fazer mais exames. Vamos precisar ouvir algumas pessoas ainda hoje para tirar mais conclusões", disse.

Em entrevista à rádio Mirante AM, um perito identificado como Jocélio, que esteve no local do crime, disse achou estranho o fato de ser caracterizado como tiro acidental, principalmente pela localização da lesão na vítima".

"Uma lesão superior da cabeça, produzida por projétil de arma de fogo. E a arma não se encontrava no local. Ele estava deitado no sofá, o que leva crer onde a ferida foi produzida. Esta é uma situação muito estranha no local, principalmente pela localização da ferida", afirmou.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar