SEÇÕES

Ministro do Meio Ambiente apresenta nova meta climática na COP26

No discurso, Leite anunciou uma nova meta climática com redução das emissões de carbono “mais ambiciosa” já para 2030, com o objetivo de alcançar a neutralidade de carbono até 2050.

Ministro do Meio Ambiente | Reprodução
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

Nesta segunda-feira (1), o Brasil iniciou a sua participação no Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas, COP26, em Glasgow, na Escócia. Sem a participação do presidente Jair Bolsonaro, o país foi representado pelo ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, que apresentou uma nova meta de redução de emissões de gases do efeito estufa.

No discurso, Leite anunciou uma nova meta climática com redução das emissões de carbono "mais ambiciosa" já para 2030, com o objetivo de alcançar a neutralidade de carbono até 2050.Ministro do Meio Ambiente Joaquim Leite (Foto: reprodução)

Porém, o ministro falou apenas em porcentagens e não apresentou de quanto deverá ser a redução real nas emissões dos gases de efeito estufa já para essa década. (entenda todas as metas refeitas pelo Brasil abaixo)

"Apresentamos hoje uma nova meta climática, mais ambiciosa, passando de 43% para 50% até 2030; e de neutralidade de carbono até 2050, que será formalizada durante a COP26", afirmou Leite.

Brasil chega à COP26 

Na contramão do mundo, o Brasil teve um aumento de 9,5% nas emissões de gases poluentes em 2020, em plena pandemia de Covid-19, segundo dados do Sistema de Estimativas de Emissões de Gases de Efeito Estufa (SEEG), do Observatório do Clima. Já a média global de emissões sofreu uma redução de 7%, por causa das paralisações de voos, indústrias e serviços ao longo do ano passado.

Qual deverá ser a real redução?

No dia 20 de outubro, um Projeto de Lei aprovado no Congresso também apresentou uma nova meta climática para o Brasil, anunciando redução de 43% nas emissões em 2025 e 50% em 2030. Igual ao discurso de Leite nesta segunda, o PL não se comprometeu com um número real para a redução, e estipula que tal valor será definido no futuro por um decreto do presidente Bolsonaro.

Tanto o PL quanto a fala de Leite na COP26 se sobrepõe à atual meta de redução de emissões de gases do efeito estufa apresentada na ONU em 2020.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos