mais
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Mobilidade urbana: Piauí já investiu R$ 258 mi em obras desde 2015

O recurso é próprio do governo ou parceria com governo federal

A Secretaria de Estado dos Transportes (Setrans) divulgou o balanço das obras de mobilidade urbana concluídas na atual gestão. Segundo o órgão, foram cerca de R$ 258 milhões investidos em asfaltamento e calçamento de ruas, avenidas e rodovias, pontes, viadutos, em 36 cidades do Piauí, de todas as regiões do estado. Foram recursos próprios e também de convênios com o governo federal.

A maior parte dos investimentos prioriza as cidades do interior, seja por meio de obras em vias urbanas, seja na construção de pontes e rodovias ligando umas às outras e também a povoados que antes estavam isolados. Em mobilidade urbana (calçamento e asfaltamento de ruas, alargamento e urbanização de avenidas), o Governo do Estado investiu R$ 74,5 milhões, em 29 cidades.

Entre elas, destaque para a pavimentação asfáltica da via que liga povoado Coroa de São Remígio, zona rural de Buriti dos Lopes, ao entroncamento com a PI-211. A obra tem 9 km de extensão e custou R$ 3,8 milhões. Na cidade, algumas ruas também asfaltadas, a um custo de R$ 500 mil.


Em Floriano, a Setrans urbanizou a Avenida Esmaragdo de Freitas, mais conhecida como Beira Rio. Os serviços realizados na via foram terraplenagem, drenagem, pavimentação, construção do canteiro central, passeio para ciclistas e pedestres e sinalização da via. No total, foram 2,82 quilômetros de via pavimentada, com investimento de R$ 8 milhões.

No norte do estado, em Esperantina, foi prolongada a Avenida Petrônio Portela, a um custo de R$ 2,7 milhões. Em São Raimundo Nonato, outro R$ 1,4 milhão foi aplicado na via que dá acesso ao Museu do Homem Americano.

Os rodoanéis e rodovias de acesso também tiveram atenção especial do Estado, como o Rodoanel de Regeneração (R$ 4,6 milhões), a rodovia ligando o povoado Campestre à zona urbana de Cocal (R$ 3,8 milhões) e a rodovia que une o povoado Várzea Queimada, em Jaicós, à BR-407.


As principais pontes construídas e/ou restauradas foram a Ponte de Palmeira do Piauí (R$ 6,7 milhões) e Ponte de Morro do Chapéu (R$ 380 mil).

A obra com mais recursos na área de mobilidade até agora foi a pavimentação asfáltica da BR-235, no trecho Santa Filomena/ Gilbués/ Monte Alegre, onde forma investidos R$ 105 milhões.

Outro grande investimento no setor de rodovia foi a construção, em revestimento primário, de 134 quilômetros de extensão da rodovia PI-391 (Perimetral Sul), na região sul do estado. A obra custou R$ 38,8 milhões.

Em Teresina, foram entregues os acessos à Ponte JK, no valor de R$ 4,9 milhões, reforma de postos da PM nas rodovias de saídas de Teresina (R$ 740 mil), e asfaltamento de várias ruas em 15 bairros, chegando a R$ 12,8 milhões de investimentos.

Ao todo, entre obras entregues e em andamento, que inclui outros setores, como também aeroportos e aeródromos, a Setrans terá investido R$ 800 milhões até o fim de 2018.

Obras concluídas

Teresina:

- Complexo da Ponte JK – R$ 4.900.000

- Postos da PM – R$ 740.000

- Pavimentação em bairros (Parque Piauí, Redenção, Vila Nova, Uruguai, Nossa Senhora de Fátima, Horto Florestal, Cj. Eduardo Costa, Tabuleta, Parque Sul, Bela Vista, São Pedro, Matinha, Piçarreira, Parque Eliane e Vila Irmã Dulce) – R$ 12.800.000

Interior (Mobilidade por rodovias)

- BR-235 (Santa Filomena) – R$ 105.000.000

- Rodoanel de Regeneração – R$ 4.600.000

- Rodovia Campestre (Cocal) – R$ 3.800.000

- Rodovia de acesso (trecho BR-407 – Jaicós, Várzea Queimada) – R$ 2.400.000

- PI-391 (Perimentral Sul) – R$ 38.900.000

Interior (Mobilidade Urbana)

- Acesso à Coroa de São Remígio (Buriti dos Lopes) – R$ 3.800.000

- Avenida Esmaragdo de Freitas (Beira Rio), em Floriano – R$ 8.000.000

- Prolongamento da Avenida Petrônio Portela, Esperantina – R$ 2.700.000

- Acesso ao Museu do Homem Americano – R$ 1.400.000

- Acesso ao IFPI de Oeiras – R$ 1.400.000

Agricolândia – R$ 630.000

Altos – R$ 6.745.000

Batalha – R$ 1.000.000

Beneditinos – R$ 3.600.000

Belém do Piauí – R$ 280.000

Bom Princípio – R$ 1.200.000

Brasileira – R$ 840.000

Buriti dos Lopes – R$ 3.800.000

Campo Alegre do Fidalgo – R$ 250.000

Campo Maior (Asfalto – R$ 5.900.000 e Poliédrica – R$ 2.670.000)

Corrente – R$ 1.700. 000

Curralinhos – R$ 280.000

Luzilândia – R$ 3.800.000

Nazaré do Piauí – R$ 630.000

Nossa Senhora de Nazaré – R$ 1.200.000

Oeiras - R$ 1.800.000

Parnaíba – R$ 5.000.000

Piracuruca (130.000,00 m² de vias asfaltadas) – R$ 7.500.000

Piripiri – R$ 5.500.000

Santo Antônio dos Milagres – R$ 870.000

Sigefredo Pacheco – R$ 250.000

Valença - R$ 500.000

Caraúbas – R$500.000

Cocal dos Alves – R$ 2.000.000

Interior (pontes)

- Ponte de Palmeira do Piauí – R$ 6.700,000

- Ponte de Morro do Chapéu – R$ 380,000


Tópicos

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail