Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Morre Martha Rocha, a primeira Miss Brasil da história, aos 83 anos

Nascida em Salvador, símbolo de beleza dos anos 1950 e 1960 faleceu em Niterói, no Rio de Janeiro, e deixa três filhos.

Compartilhe

A soteropolitana e primeira Miss Brasil da história, Maria Martha Hacker Rocha, conhecida como Martha Rocha, morreu aos 83 anos em Niterói, no Rio de Janeiro, neste sábado (4). A causa da morte, segundo Álvaro Piano, um de seus três filhos, foi insuficiência respiratória, seguida de um infarto. O enterro aconteceu na manhã deste domingo (5), no Cemitério do Santíssimo Sacramento. As informações são do Correio 24 horas.

A eleição de Martha aconteceu na primeira edição do concurso, em 1954, quando tinha apenas 18 anos. O evento aconteceu no Hotel Quitandinha, em Petrópolis, na região serrana do Rio. Em seguida, disputou o prêmio de Miss Universo e conseguiu a segunda colocação na disputa. 

Perdeu para a americana Miriam Stevenson. Na época, a votação foi acirrada. Muitos norte-americanos afirmaram que escolheriam Martha como vencedora. O então consul brasileiro em Los Angeles, Roberto de Oliveira Campos afirmou: "Uma esplêndida propaganda do Brasil nos Estados Unidos."

Logo depois da competição, um boato circulou de que a derrota teria sido por duas polegadas na medida do quadril, mas a própria Martha desmentiu o fato.

A conquista do posto rendeu um comunicado especial ao povo de São Paulo, em recado de Martha transmitido pelo jornal Estadão no dia 28 de julho de 1954. "Sinto-me imensamente feliz pelo título obtido. Não fui eu quem o ganhou, mas a beleza da mulher brasileira que tentei representar."

Vale ressaltar que, além da baiana, apenas outras sete brasileiras alcançaram o top três do concurso mundial em toda a história. 

'Namorada do Brasil'

"Martha Rocha teve uma grande responsabilidade naquele momento, pois era o único motivo de orgulho do Brasil. O país acabava de ser eliminado da Copa do Mundo de Futebol e vivia a crise do governo Vargas com o crime na Rua Tonelero, em Copacabana. Vivíamos o auge do nacionalismo", lembra o jornalista e coordenador do Miss Brasil 2020 Roberto Macedo, em entrevista ao CORREIO.

Segundo Macedo, em Long Beach, na Califórnia, sede do Miss Universo, Martha se transformou na grande favorita. "Mas perdeu, ficando em segundo lugar. E perdeu logo para uma norte-americana... A partir de então Martha Rocha se transformou na 'Namorada do Brasil' e tudo o que era belo passou a ter o seu nome: a maior água marinha descoberta, uma deliciosa torta que existe até hoje, uma caminhonete lançada pela Ford, um trem, um tecido. Ou seja, Martha Rocha trouxe de volta a esperança e o orgulho nacional. E isso não tem preço, é inesquecível", destaca.

O jornalista Artur Xexéo reforçou que, após vencer o concurso de miss, Martha passou a ser acompanhada por admiradores e pela imprensa como uma celebridade. "Foi um acontecimento mesmo. Quando ela casou, quando separou, quando ela aparecia numa festa, todas as atenções se voltavam para ela e era notícia no dia seguinte", pontuou.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar