Mulher confunde picada de mosquito com larvas carnívoras em viagem

A mulher procurou ajuda médica após sentir dores e inchaço no braço

Uma inglesa de 46 anos passou por momentos de tensão após sentir desconforto em seu braço direito. De volta ao Reino Unido após uma viagem à Costa do Marfim, na África, a mulher foi ao médico para examinar o que acreditava ser picadas de inseto quando descobriu que as feridas eram, na realidade, larvas comedoras de carne.

A mulher procurou ajuda médica após sentir dores e inchaço no braço por dez dias. Acreditando que pudesse ser apenas uma reação alérgica a picadas de insetos, ela foi avaliada por médicos e um exame confirmou que as feridas tratavam-se de larvas de Tumbu, mosca encontrada em regiões tropicais do continente. 

"Após a administração de um anestésico local, quatro larvas foram cirurgicamente extraídas. Um exame parasitológico confirmou que as larvas eram da espécie Cordylobia anthropophaga, a mosca Tumbu. A mosca Tumbu, é endêmica em regiões tropicais da África. Moscas fêmeas põem ovos em roupas úmidas ou no solo e após o contato transitório com a pele, as larvas escavam o tecido subcutâneo", escreveu o especialista John J Park, responsável pelo caso. 

Após cuidados médicos, o braço da mulher voltou ao tamanho normal e ela passa bem, segundo a publicação.

Image title

Fonte: Com informações da UOL