No Piauí 936 mil pessoas não retornaram ao posto para tomar a primeira dose de reforço da vacina contra a Covid-19, aponta o Levantamento do Plano Nacional de Imunizações (PNI). A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) faz um alerta à população piauiense, para que volte  aos pontos de vacinação e tomem todas as doses necessárias para a proteção contra as gravidades da doença. 

“Essa nova subvariante da Omicron deixou as autoridades de saúde em alerta e com a Sesapi não foi diferente, por isso estamos aqui para pedir a nossa população, principalmente aqueles que não tomaram as doses essenciais para a sua proteção, que retornem aos postos de saúde e completem o seu esquema vacinal contra a Covid”, lembra o secretário de Estado da Saúde, Néris Júnior. 

No Piauí, 936 mil pessoas ainda não tomaram 1º reforço contra a Covid-19 (Foto: Reprodução)No Piauí, 936 mil pessoas ainda não tomaram 1º reforço contra a Covid-19 (Foto: Reprodução)As vacinas recomendadas para as doses de reforço são da Pfizer, AstraZeneca ou Janssen, que podem ser utilizadas para pessoas com 18 anos de idade ou mais. Para os adolescentes entre 12 e 17 anos, deve ser utilizada preferencialmente a vacina Pfizer. Caso não esteja disponível, pode ser utilizada a vacina CoronaVac na dose de reforço.

Para quem começou o esquema vacinal com a dose única da Janssen, a recomendação é a seguinte: três reforços para pessoas com idade igual ou maior que 40 anos; e dois reforços para pessoas de 18 a 39 anos. O primeiro reforço é aplicado dois meses após o início do ciclo; e os outros devem obedecer ao intervalo de quatro meses. A orientação é que também sejam utilizadas as vacinas AstraZeneca, Pfizer ou a própria Janssen para as doses de reforço. “As vacinas são seguras e estimulam o sistema imunológico a proteger a pessoa contra doenças transmissíveis. Os imunizantes estão disponíveis nos postos de saúde de nosso estado”, reforça o gestor.