Noivo de técnica de enfermagem morta em acidente: 'Quero Justiça'

Francieldo Pereira segue internado em um hospital da capital.

Francieldo Pereira da Silva, noivo da técnica de enfermagem Milena Amanda Nery da Silva, 24 anos, que morreu em um acidente ocorrido na madrugada de domingo (04), na rodovia BR-343,  saída de Teresina, segue internado em um hospital particular da capital. Em um vídeo gravado por familiares o jovem relata como ocorreu o acidente e faz um pedido: "Só quero Justiça". 

"Eu só gostaria de registrar que no momento da colisão onde eu vinha vindo na BR-343 com a Milena, onde ela mesma me alertou que vinha vindo um carro à frente em zigue-zague. Nesse momento, eu comecei a desacelerar o carro, e esse mesmo carro começou a dar mais alguns zigue-zague na pista e entrou de uma vez, não dando tempo de reação e o que veio acontecer?", questionada no vídeo, enviado ao Meionorte.com pelo advogado de Francieldo, Eudes Alves. 

Ainda em recuperação, mas sem risco de morrer, Francieldo continua sob cuidados em um hospital e no final do vídeo faz um  apelo. "Milena hoje tá em óbito, eu estou nessa situação e só quero pedir que seja feito justiça e que esse cara pague pelo que ele fez”, afirma no vídeo. 


Acusado tem prisão preventiva decretada pela Justiça

O estudante de direito André Luis Borges Martins, acusado de provocar o acidente que vitimou a Milena Amanda  teve a prisão preventiva decretada pelo juiz Thiago Aleluia Ferreira de Oliveira, da Central de Inquéritos. N a decisão, estabelecida durante audiência nesta terça-feira, o magistrado afirmou estar “considerando a gravidade concreta do crime e a periculosidade da conduta do autuado”.

Na decisão, o juiz cita que "o autuado assumiu o resultado, por conhecer os riscos a que se sujeitou, após a diminuição dos reflexos  e da capacidade psicomotora sob a influência do álcool, o que configuraria um forma de dolo, que é denominado pela doutrina em dolo eventual”. 

O acidente

A jovem havia saído de uma festa com seu noivo, Francieldo Pereira, que se encontra internado em estado estável, em um carro modelo HB20, quando foram surpreendidos com um veículo modelo Fiat Línea, em alta velocidade, conduzido por André. 

André, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), estaria sob efeito de álcool no momento em que colidiu com o carro em que vinha o casal após ter invadido a mão contrária da rodovia. 

Os três envolvidos no acidente foram socorrido e levados para atendimento médico no HUT (Hospital de Urgência de Teresina). Milena não resistiu aos ferimentos e foi a óbito pouco tempo depois de dá entrada no hospital.

Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com