mais

Pais pedem ajuda para agilizar cirurgia de bebê com problemas no coração

Marya Cleyane, de apenas dois meses de vida, tem um problema que compromete o funcionamento do coração. Família busca agilizar cirurgia que só é feita em Recife (PE)

A bebê de apenas dois meses, Marya Cleyane Gonçalves Morais, luta pela vida desde o parto: nasceu prematura e com cardiopatia congênita, que compromete o funcionamento do coraçãozinho. Internada na UTI da maternidade Dirceu Arcoverde, em Teresina, os pais explicam que é preciso viajar, com urgência, e realizar uma cirurgia que só pode ser feita em Recife (PE).

A mãe, Rayane Gonçales, explica que a filha está na 4ª posição da lista de espera para o procedimento cirúrgico, os pais pedem ajuda para agilizar a cirurgia.  “Em Teresina não há um hospital que faça esse tipo de cirurgia, temos que sair daqui e ainda ficar na fila de espera para poder ser chamado, tem criança que não resiste esperar. Quero chamar atenção das autoridades para esse descaso.  Estamos esperando o TFD (lista de espera) para que ela faça a viagem. Todo dia tenho que ir vê-la, ontem (5/6), ela completou dois meses e no próximo dia 9 fará dois meses que está intubada", lamentou.

Marya Cleyane, de apenas dois meses de vida, tem um problema que compromete o funcionamento do coração e precisa realizar cirurgia em Recife (PE). Foto: Arquivo pessoalMarya Cleyane, de apenas dois meses de vida, tem um problema que compromete o funcionamento do coração e precisa realizar cirurgia em Recife (PE). Foto: Arquivo pessoal

A família a cada dia que passa fica com mais vontade que a bebê possa ir para casa e com isso, corre contra o tempo para o tratamento da pequena.

Conforme a tia da bebê, Osmarinda Alves, os cuidados com Marya requer tratamento especial na viajem onde será preciso o embarque numa UTI móvel. “Queremos só agilizar a cirurgia, ela está na 4º posição da lista de espera”, justifica. O SUS cobre a viajem mas não outros custeios do (a) acompanhante.

Outros três bebês: Lara, João Gabriel e Maria Alves, seguem internados na UTI da maternidade Dirceu Arcoverde e aguardam na lista de espera pela mesma cirurgia.

O marido de Rayane faz pequenas “diárias” como pedreiro. Os pais residem no bairro São Joaquim, na Capital. Rayane tem mais dois filhos um de 2 e outro de 6 anos, e está impossibilitada de trabalhar porque dedica todo o tempo a Marya. Aguardando os trâmites, eles também pedem ajuda para custear as despesas e hospedagem da viajem. "É muito difícil arcar com custos, estamos vivendo com ajuda”, relata.

A mãe lembra que a gestação ocorreu normalmente. Mesmo com tantos dias de angústia e de preocupação, Rayane credita que Marya vai vencer. “Meu coração, [pausa], vive uma angústia. Só Deus para dar força”, finalizou a mãe.

As doações para ajudar a família podem ser enviadas para:

PIX: 04333369355 favorecido a Francisco Cleiton Costa Morais.

Poupança: Caixa Econômica Federal

Agência - 0029

Operação: 013.

Conta: 00077534-7 favorecido a Rayane Gonçalves Rabelo (CPF:038.332.103-46).

Conforme a Associação Brasileira de pais e familiares de bebês prematuros, nascem no Brasil aproximadamente 23 mil crianças com problemas cardíacos por ano, ou seja, a cada 100 bebês nascidos vivos 1 é cardiopata. Desses 23 mil cardiopatas que nascem anualmente, pelo menos 80% necessitarão de uma cirurgia cardíaca.

Família faz campanha para ajudar no tratamento de bebêFamília faz campanha para ajudar no tratamento de bebê


Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail