PI: Após caso suspeito de febre amarela, Sesapi anuncia medidas

Secretaria enviou equipes para o litoral

Após a Fundação Municipal de Saúde informar que está monitorando um caso suspeito de febre amarela em Teresina, a Secretária Estadual de Saúde anunciou que está tomando medidas preventivas acerca do caso, com o objetivo de evitar a transmissão da doença no meio urbano no Piauí. 

O caso suspeito envolve uma criança de 9 anos de idade, que residia no interior de Minas Gerais e chegou ao Piauí com a família, que passou a residir em Parnaíba, no último dia 14 de janeiro. Os primeiros sintomas da doença começaram a surgir no dia 21 de  janeiro e a criança foi encaminhada para Teresina na última quinta-feira (26). 

De acordo com a Secretaria de Saúde, os exames na criança foram todos solicitados e encaminhados para os laboratórios de referencia que são o Instituto Evandro Chagas (Belém-PA) e Laboratório Central do Estado (Lacen-PI) de forma emergencial.

Ainda segundo a Sesapi, foram tomadas todas as medidas preventivas acerca do caso. Além disso, a Secretaria já autorizou a borrifação nas regiões onde a paciente esteve, no caso Parnaíba e Luís correia e também, foi deslocada uma equipe de Vigilância Epidemiológica para a região. A secretaria ainda enviou mais de 5 mil doses de vacina contra febre amarela para a Regional de Saúde de Parnaíba, afim de que seja distribuídos aos municípios da região.

Caso haja confirmação do caso, a Secretaria deve prosseguir com a captura e análise laboratorial do vetor, o mosquito aedes aegypti, para detectar se há a infecção desse vetor pela febre amarela.


aedes aegypti (Crédito: Reprodução)
aedes aegypti (Crédito: Reprodução)


Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com