Advogado baleado durante tentativa de assalto morre no HUT

Advogado de 28 anos foi baleado na noite de segunda-feira (11).

O advogado  Ozires de Castro Machado Neto, de aproximadamente 28 anos, que foi baleado na cabeça após uma suposta tentativa de assalto na noite de segunda-feira (11) no bairro Saci, na zona Sul de Teresina, morreu na manhã desta terça-feira (12) no Hospital de Urgências de Teresina (HUT), onde estava internado. 

O diretor do Hospital de Urgência de Teresina (HUT), Gilberto Albuquerque, explica que o jovem foi encaminhado para o hospital já em estado muito grave. “Esse jovem faleceu aqui no Hospital de Urgências de Teresina hoje pela manhã. Ele foi atingido com dois tiros na cabeça: tiro transfixante, atravessou a base do crânio. O local onde a bala entrou é inacessível, ou seja, a gente não consegue nem operar porque ela passou por um local que a gente não teria acesso nem que precisasse operar. A gente não teria como operar”, afirmou.

De acordo com a assessoria da Polícia Militar, Ozires Machado estava em seu carro já próximo de sua residência no bairro Saci quando foi abordado por um homem. Após uma suposta reação ele foi alvejado com um tiro. “Ele foi socorrido com vida para o Hospital de Urgência de Teresina, o fato aconteceu próximo da Praça Principal do Saci”.

Testemunhas disseram que eram dois criminosos que queriam roubar o veículo da vítima. Após o crime, a dupla saiu correndo a pé em destino ignorado.

Família descarta execução

Os familiares de Ozires de Castro Machado Neto estão bastante abalados e descartam que o advogado tenha sido executado. Segundo os familiares, o jovem não tinha desavença com ninguém e era muito querido no bairro onde morava. “Era meu cliente e cortava cabelo comigo. Ele se formou em Direito faz uns três anos", disse um cabeleireiro, que pediu para não ser identificado. 

Uma tia do advogado, que também não quis se identificar, lamenta a morte do sobrinho e descarta o crime de execução. “A gente acha que ele se assustou. Ele estava com o pé no acelerador, o veículo saiu desgovernado. Ele trabalha com um juiz em uma cidade do interior e não tinha desavença com ninguém, e não bebia. Era um ótimo filho, um maravilhoso sobrinho”, contou.

Advogado  Ozires de Castro Machado Neto (Crédito: Rede Meio Norte)
Advogado Ozires de Castro Machado Neto (Crédito: Rede Meio Norte)



Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com