Homem é assassinado com pauladas por dívida de R$ 5

O suspeito tentou enganar a polícia mas foi preso dias depois

Alberto Aparecido da Costa, de 34 anos, foi preso após assassinar  um homem por conta de uma dívida de R$ 5. No inicio da investigação, o bandido conhecido pelo apelido de Kitão havia se apresentado como testemunha do crime, alegando que havia visto um homem dar uma rasteira na vítima, que teria caído de cabeça no chão.

“O criminoso alegou ainda que fez respiração boca a boca na vítima, mas não conseguiu salvá-lo”, explicou um dos investigadores responsável pelo caso.

Segundo a polícia, Luiz Alberto é acusado de ter praticado homicídio contra Nilson Silvino Porto, de 31 anos, em 18 de dezembro no bairro Cruzeiro 2. Durante as investigações, os agentes desmontaram a farsa criada por Kitão e descobriram que ele matou Nilson na rua por conta de uma dívida de cinco reais. Ele bateu várias vezes com um pedaço e madeira na cabeça da vítima e sufocou-a com as mãos.

O criminoso é morador do bairro Belmonte, em Volta Redonda, mas foi localizado na casa da mãe, em Pinheiral. Há suspeitas, baseadas em denúncias anônimas, de que Kitão atua no tráfico de drogas, já tendo cumprido cinco anos de prisão de uma condenação de 11 anos por latrocínio (roubo seguido de morte). O preso foi transferido para a Casa de Custódia do Roma, onde ficará à disposição da Justiça.

Homem é assassinado com pauladas por dívida de R$ 5
Homem é assassinado com pauladas por dívida de R$ 5


Fonte: Com informações do Extra
logomarca do portal meionorte..com