Homem é preso após estuprar duas mulheres no dia que ganhou indulto

O criminoso invadiu um salão e aterrorizou as mulheres no local.

Na noite de sexta-feira (22/12), um homem identificado como Tiago Amaro das Virgens, de 31 anos, foi preso após ser acusado de estuprar duas mulheres em Praia Grande, litoral de São Paulo. Tiago deixou o presídio há três dias por conta do indulto do Natal. 

Ele estava preso, há quatro anos, por roubo e cumpria pena na penitenciária 1 de São Vicente. No mesmo dia em que saiu, ele praticou o primeiro crime. A vítima saía do trabalho quando foi abordada por ele. 

Segundo a Polícia Civil, Tiago levou a mulher para um matagal para estuprá-la e usou uma faca para ameaçá-la O suspeito ficou mais de uma hora e meia com a vítima."Pensei que eu ia morrer, que dali eu não saia mais. Ele falava que ia parar uma hora e fiquei muito tempo ali. (Ele falava) para mim não gritar, não fazer nada, nenhum barulho, não mexer em nada. Só consegui correr porque ele se distraiu e eu consegui levantar", conta a mulher.

Já nesta sexta-feira (22) de manhã, ele invadiu um salão de beleza, no bairro Ocian. Testemunhas relataram que viveram momentos de pânico. Ele deu um soco no rosto de uma das funcionárias do estabelecimento. Ele roubou e estuprou uma cliente do salão.

"Ele foi para o fundo, amarrou a gente. A minha cliente chegou e eu pedi, a todo o momento, para ele ir embora logo para ela não poder ver ele. Ele falava que 'tô indo', mas ficava procurando dinheiro. Ela chegou, ele já pegou os pertences dela e abusou dela", conta a funcionária do salão.

Após denúncias, Tiago foi preso na casa da avó dele. A roupa que ele usava no momento do crime também foi encontrada no local. Tiago tentou fugir da polícia, pulando muro da residência e o telhado, mas os policiais militares conseguiram detê-lo em outra casa.

Ainda segundo a Polícia Civil, ele estava sendo procurado desde que familiares e amigos da primeira vítima usaram as redes sociais para espalhar a notícia. Tiago apareceu nas imagens gravadas por câmeras de um circuito de monitoramento de segurança do bairro Ocian, antes de invadir o salão. As imagens ajudaram a policia a identificá-lo rapidamente. As vítimas já o reconheceram como o autor dos crimes.


Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com