Mãe é presa suspeita de usar filhas de 3 e 10 anos para furtos

Ela alegou que faz isso para sustentar o vício

Uma mulher de 34 anos, identificada como Paula Roberta Pereira Lima, foi presa suspeita de usar as filhas 3 e 10 anos para cometer, pelo menos, 21 furtos no Distrito Federal.

Segundo informações do delegado André Leite, responsável pelo caso, os casos aconteceram em Taguatinga, Samambaia e Ceilândia, desde março de 2016, quando a mãe havia deixado a prisão pelo mesmo crime. Durante os furtos, normalmente realizados em lojas do comércio, a mulher distraía a vendedora do local e a filha mais velha furtava.

O principal alvo eram celulares de funcionárias e clientes. A mãe não morava com a crianças. O delegado ainda informou que os furtos aconteciam nos dias em que a mãe pegava as filhas para passear.

"Quem agia mesmo era a garota de 10 anos. Ela alegou que faz isso para sustentar o vício. Se declarou usuária de crack. A gente não acredita que seja isso. A gente acredita que faz isso de um meio de vida." disse o delegado.

Caso condenada em todas as ocorrências, a suspeita pode pegar até 30 anos de prisão por furto qualificado e corrupção de menores. As crianças não serão responsabilizadas por causa da idade. O Conselho Tutelar foi comunicado e, por meio da Vara da Infância e da Juventudade, pode proibir o contato das meninas com a mãe. Além das duas meninas, a mulher tem outros dois filhos.

Mãe é presa suspeita de usar filhas de 3 e 10 anos para furtos
Mãe é presa suspeita de usar filhas de 3 e 10 anos para furtos


Fonte: Com informações do Notícias do Minuto
logomarca do portal meionorte..com