PF já contabilizou R$ 40 mi encontrados em 'bunker' ligado a Geddel

Malas e caixas foram apreendidas em um apartamento em Salvador

A Polícia Federal já contabilizou mais de R$ 40 milhões nas malas e caixas apreendidas em um apartamento que seria utilizado pelo ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA), em Salvador. O montante continua a ser contabilizado, disse o colunista Matheus Leitão. 

Batizada de Tesouro Perdido, a Operação realizada nesta terça-feira (5) é um desdobramento das investigações sobre fraudes na liberação de créditos da Caixa Econômica Federal, a Cui Bono. Geddel foi vice-presidente de Pessoa Jurídica do banco.

A PF diz que é a maior apreensão de dinheiro em espécie da história e o valor apreendido será depositado em conta judicial Ao todo, sete máquinas são usadas na contagem das cédulas. 

A busca e apreensão no apartamento emprestado foi autorizada pela 10ª Vara Federal de Brasília. Durante as investigações sobre Geddel, surgiu a suspeita de que ele estava usando o local para esconder provas de atos ilícitos e dinheiro em espécie.

A PF chegou a um endereço em Salvador, que seria, supostamente, utilizado por Geddel Vieira Lima como “bunker” para armazenagem de dinheiro em espécie.





Fonte: G1
logomarca do portal meionorte..com