Polícia prende acusado de matar major em assalto em Teresina

O crime chocou os teresinenses nesta terça-feira.

Na noite desta terça-feira (21/03), o major Mayron Moura Soares, comandante do 1º batalhão da Polícia Militar (BPM), foi baleado após ser vítima de um assalto no momento que esperava sua filha em uma parada de ônibus próximo a sua residência na região do Grande Dirceu, na zona Sudeste de Teresina.

Ele foi abordado por dois homens em uma motocicleta modelo Yamaha Factor, de cor preta que anunciaram o assalto e pediram o celular da vítima. Após conseguirem pegar o objeto saíram do local disparando um tiro no peito do major. Os bandidos estavam de calças jeans e o  ocupante da garupa estava com uma mochila preta.

“O major Mayron estava em pé falando ao celular quando foi anunciado o assalto. O filho do major se encontrava dentro do veículo aguardando o pai e a irmã quando ouviu os tiros. Ele não chegou a reagir em nenhum momento”, declarou o coronel Wagner Torres, comandante de policiamento da capital. “A Polícia está de luto, é lamentável a violência está muito grande, além de roubar os criminosos estão matando as vítimas”, completou.

Major Mayron Moura Soares (Crédito: Reprodução)
Major Mayron Moura Soares (Crédito: Reprodução)

O major foi levado em estado grave para atendimento no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Nesta quarta-feira (22), o BOPE (Batalhão de Operações Especiais) em operação conjunta com o Núcleo de Inteligência da Polícia Civil e Secretaria de Justiça realizaram a prisão de um homem identificado como Iranilson Pereira, envolvido na morte do major. O acusado foi preso em sua residência com a moto utilizada no latrocínio. Segundo informações, ele era o piloto da motocicleta envolvida no crime e estava utilizando uma tornozeleira eletrônica. O segundo acusado trata-se de Alisson Candomblé. De acordo com a polícia, as diligências continuam no sentido de capturá-lo.

Iranilson Pereira (Crédito: Reprodução/PM)
Iranilson Pereira (Crédito: Reprodução/PM)
Iranilson Pereira (Crédito: Reprodução/PM)
Iranilson Pereira (Crédito: Reprodução/PM)
Motocicleta utilizada no crime (Crédito: Reprodução/PM)
Motocicleta utilizada no crime (Crédito: Reprodução/PM)

Mayron Moura Soares é irmão do comandante da  Companhia de Policiamento Independente de Trânsito (CIPTRAN), major Iran Moura.  Ele era um policial respeitado na corporação, tinha mais de 26 anos de serviço militar. A família da vítima é de Valença do Piauí, onde seu corpo será velado.

Em emocionado depoimento, o chefe da Seção de Comunicação Social da Polícia Militar (BPM), coronel John Feitosa, afirmou que está sendo muito difícil admitir o assassinato do major. Ele recorda que o PM foi seu contemporâneo de Academia Militar, sendo o coronel no terceiro ano do Curso de Formação de Oficiais e ele no primeiro ano, na Academia de Polícia Militar do Paudalho.

“Mais recente, ao chegar na Assessoria de Comunicação da PMPI, fui recebido por ele e ali trabalhamos juntos, até ele seu alçado a condição de comandante do 1° BPM. Oficial zeloso, responsável, discreto e cumpridor de suas obrigações, é assim que defino o Major Mayron. Que Deus nos encoraje sempre, nossa missão é extremamente delicada. Fiquem com Deus”, declarou o coronel John Feitosa.

O Governo do Estado do Piauí, em nome do governador Wellington Dias, Coronel Carlos Augusto (Comandante da Polícia Militar e do Secretário de Segurança Pública, Fábio Abreu, lançou uma nota externando o mais profundo pesar pelo falecimento do major.

Confira:

O Governador do Estado do Piauí, Wellington Barroso de Araújo Dias, o Secretário de Segurança Pública, Fabio Abreu, e o Comandante Geral da Polícia Militar do Piauí, Coronel Carlos Augusto Gomes de Souza, externam o mais profundo pesar pelo falecimento do Major Mayron Moura Soares, comandante do 1° BPM, ocorrido na noite desta terça-feira (21), em Teresina. A Polícia Militar do Piauí perdeu um de seus mais zelosos oficiais e aplicará todos os seus esforços na prisão dos assassinos.

A polícia piauiense vem tentando de todas as formas melhorar sua atuação para garantir a segurança da população. Lamentamos que a sociedade ainda passe por uma situação tão lamentável, mas asseguramos todos os esforços. Ao longo dos meses já pudemos alcançar bons resultados com a queda no número de roubos e homicídios, o que mostra a eficácia das ações. Contudo, buscaremos mais ainda a redução de todos os índices.

O momento é de solidariedade à família do policial militar falecido, na esperança que Deus possa continuar encorajando cada homem e mulher, policial militar, a continuar a sua nobre missão de proteger a sociedade piauiense com a mesma ousadia e coragem.

Wellington Dias – Governador do Piauí

Coronel Carlos Augusto – Comandante da Polícia Militar

Fabio Abreu - Secretário de Segurança Pública

A Secretaria de Segurança, também em nota, lamentou a morte do comandante que era respeitado e sempre atencioso com os profissionais da imprensa.

Confira na íntegra

A Secretaria de Estado da Segurança Pública do Piauí lamenta com profundo pesar o assassinato do major Mayron Moura Soares, ocorrido na noite desta quarta-feira (21) durante um assalto na região da Usina Santana, na zona sudeste de Teresina. O

secretário Fábio Abreu presta condolências à família e solidariedade aos colegas de farda pela morte do atual comandante do 1º Batalhão da Polícia Militar em Teresina. Equipes de policiais militares e civis estão nas buscas pelos dois acusados desse crime, que não ficará impune. A perda de qualquer membro da Segurança Pública é irreparável e provoca as forcas policiais a se fortalecerem cada vez mais contra a criminalidade.

Major Mayron (Crédito: Reprodução)
Major Mayron (Crédito: Reprodução)


Fonte: Portal MN
logomarca do portal meionorte..com