Zelador acusado de envenenar criança será ouvido na Justiça

A criança morreu após tomar um achocolatado envenenado.

O zelador identificado como Adônis José Negri, de 66 anos, suspeito de matar um menino de dois anos no ano de 2016 em Cuiabá, será ouvido pela primeira vez na Justiça após o crime. A audiência de instrução foi marcada para as 17h15 do dia 31 de janeiro de 2018. Ele deve ser ouvido pelo juiz Jurandir Florêncio de Castilho Júnior, da Décima Quarta Vara Criminal.

Adônis é réu na justiça pelo crime de homicídio após injetar pesticida em um achocolatado que, posteriormente, foi ingerido por Rhayron Christian da Silva Santos, que morava com a família dele no Bairro Parque Cuiabá, na capital. Rhayron morreu em uma policlínica da capital, no dia 25 de agosto do ano passado.

Adônis chegou a ser preso em setembro de 2016, mas foi solto em outubro do mesmo ano depois que o prazo da sua prisão expirou. As investigações da Polícia Civil, naquela época, indicaram que o veneno foi injetado na bebida pelo comerciante como forma de tentar se vingar de Deuel de Rezende Soares, de 29 anos – que segundo a polícia, furtava comércios e casas na região. Deuel vendeu as embalagens para o pai de Rhayron.


Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com