Policiais se disfarçarão e farão concurso para evitar fraude

Operação foi montada para tentar evitar fraude e outros problemas

O Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos da Universidade Estadual do Piauí (Nucepe) aplicará, neste domingo (19), as provas escritas objetiva e dissertativa do concurso para agentes penitenciários do Estado.

O concurso é destinado à classificação de 400 candidatos (360 na ampla concorrência e 40 pessoas com deficiência). O salário inicial é de R$ 5.966,14. De acordo com a Secretaria da Justiça, 75 classificados serão chamados, imediatamente.

O certame é direcionado a candidatos com nível superior completo em qualquer área e será dividido nas seguintes etapas: provas escrita objetiva e escrita dissertativa; exame médico; exame aptidão física; exame psicológico; e investigação social.

As informações acerca do concurso para agentes penitenciários podem ser obtidas no endereço eletrônico www.nucepe.uespi.br ou no site da Secretaria da Justiça do Piauí, www.sejus.pi.gov.br. Os locais de prova foram divulgados na última terça-feira (14).

Os candidatos devem retirar os novos cartões de informação no site do Nucepe. Os portões serão fechados às 8h30 e as provas aplicadas das 9h às 14h. A concorrência é de 7.832 candidatos (dos quais 132 concorrem às vagas para pessoas com deficiência).

Concurso de agente penitenciáiro seria dia 19
Concurso de agente penitenciáiro será dia 19


Esquema de segurança

De acordo com o secretário de Estado da Justiça, Daniel Oliveira, uma operação policial foi montada para evitar que fraudes e outros problemas ocorram durante a aplicação das provas do concurso.

A operação será coordenada pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), Núcleo de Inteligência da Polícia Civil e pela Secretaria de  Estado da Justiça.

“Serão mais de 50 integrantes das forças de segurança articulados na estratégia para resguardar o concurso, de modo que o certame transcorra com lisura e que o cidadão que mais estudou e se preparou seja, efetivamente, selecionado”, destaca Daniel Oliveira.

Delegados de policia civil, agentes penitenciários, policiais militares e agentes da Polícia Civil descaracterizados fazendo as provas darão cobertura à realização do concurso.

As provas serão realizadas na Universidade Estadual do Piauí (Uespi) e em mais 13 escolas de Teresina, totalizando 220 turmas. O concurso será acompanhado por 636 fiscais.

Fonte: Portal MN
logomarca do portal meionorte..com